Israel lança 1º ataque a Gaza desde cessar-fogo

Crédito: AFP Direito de imagem AFP
Image caption Segundo as Forças Armadas de Israel, ataque contra alvo do Hamas em Gaza foi resposta a foguete lançado de território palestino

Israel voltou a bombardear Gaza na madrugada deste sábado (noite de sexta-feira no Brasil), na primeira ação deste tipo desde que o cessar-fogo foi declarado em agosto deste ano.

Segundo Israel, o ataque aéreo teve como alvo uma instalação do grupo palestino Hamas e foi uma resposta ao lançamento de um foguete do território palestino.

Moradores da região de Khan Yunis, em Gaza, relataram ter ouvido duas explosões, informou a agência de notícias Associated Press.

Leia mais: 10 perguntas para entender o conflito entre israelenses e palestinos

A trégua declarada em agosto encerrou sete semanas de um conflito que matou mais de 2,2 mil pessoas – a maioria delas palestinas.

O porta-voz da IDF (Forças Armadas de Israel), coronel Peter Lerner, afirmou que o ataque teve como alvo "a infraestrutura terrorista do Hamas".

Segundo Lerner, a ofensiva israelense foi uma resposta ao lançamento de um foguete que caiu em Eshkol, no sul de Israel, na noite de sexta-feira (tarde no Brasil).

O foguete caiu em um campo aberto. Não houve mortos nem feridos.

De acordo com autoridades israelenses, o ataque contra Gaza também não provocou mortes.

O Hamas, grupo que atua no território palestino, lançou milhares de foguetes e morteiros contra Israel durante o conflito, que durou quase dois meses.

Em resposta, o governo israelense realizou um bombardeio aéreo e uma ofensiva terrestre sobre Gaza.

Mais de 70 israelenses morreram durante o confronto, muitos dos quais soldados.