Batida de carro expõe nova falha de segurança na Casa Branca; veja incidentes

Credito: AP Direito de imagem AP
Image caption Escândalo se soma a série de lapsos na segurança do presidente

No mais recente incidente envolvendo agentes de segurança da Casa Branca, dois homens estão sendo investigados por suspeita de terem batido com o carro em uma barreira da residência oficial do presidente após uma noite de bebedeira.

Um porta-voz do Serviço Secreto - responsável pela segurança do presidente e de sua família - disse à BBC que a colisão ocorreu durante a noite de 4 de março.

Leia mais: Após invasão da Casa Branca, veja outros escândalos do Serviço Secreto

Segundo o jornal Washington Post, Mark Connolly, encarregado dos detalhes da segurança do presidente, e George Ogilvie, um supervisor sênior do escritório de Washington da agência, haviam participado de uma festa em um bar nas proximidades antes do incidente.

O caso se soma a uma série de incidentes com a equipe de segurança do presidente Barack Obama. Nos últimos meses, vários dos altos funcionários da agência foram obrigados a pedir demissão após uma série de lapsos de segurança.

Leia mais: Invasão à Casa Branca derruba chefe do serviço secreto dos EUA

No mais grave deles, em 16 de setembro do ano passado, um homem do Texas conseguiu escalar uma cerca e correr para dentro da Casa Branca com uma faca nas mãos antes de ser detido. O presidente havia saído da casa minutos antes.

Três dias antes, um homem armado que já tinha sido preso entrou no mesmo elevador que o presidente, violando as regras do Serviço Secreto.

Em 2011, um homem atirou diversas vezes contra a Casa Branca e acertou uma das janelas do segundo andar - uma das filhas do presidente estava em casa. Os agentes só perceberam que o local havia sido baleado quatro dias depois.

Os agentes de seguranças também se envolveram em vários escândalos por mau comportamento. No ano passado, três seguranças que protegiam o presidente em Amsterdam, na Holanda, foram colocados em licença administrativa após uma noite bebendo - um deles teriam sido encontrado desmaiado no corredor do hotel.

Dois anos antes, agentes que viajaram com o presidente para a Colômbia foram suspensos após envolvimento em um escândalo de prostituição.

Os líderes do Comitê de Supervisão e de Reforma do Governo - o republicano Jason Chaffetz, de Utah, e o democrata Elijah Cummings, de Maryland - disseram na quarta-feira: "O fato de que este incidente envolveu agentes de nível sênior não é apenas embaraçoso, mas mostra uma clara falta de discernimento em uma situação potencialmente perigosa. "