Nova espécie de rã transparente é encontrada na Costa Rica

Divulgação - AP Direito de imagem Divulgacao AP

Uma nova espécie de rã transparente foi descoberta nas montanhas Talamanca, no sul da Costa Rica.

Este tipo de rã é caracterizada pela cor da pele, tão translúcida que é possível ver órgãos internos do anfíbio.

Espécies de rãs transparentes não são tão incomuns assim, mas elas só haviam sido encontradas até agora em regiões das Américas Central e do Sul. Foram achados seis espécimes da Hyalinobatrachium dianae.

"Estudando as características físicas, como cor, textura da pele e analisando o seu chamado, descobrimos que era uma espécie diferente das outras", disse Brian Kubicki, que fez a descoberta.

A rã mede cerca de 2,5 centímetros e tem pernas relativamente grandes e finas. A íris de seu olho é branca e a espécie é noturna, e põe seus ovos apenas perto de riachos, informou o jornal La Nación, da Costa Rica.

Leia mais: Cientistas descobrem novas espécies de 'sapos dançarinos'

Leia mais: Sapo recém-descoberto em Israel é 'fóssil vivo'

Direito de imagem Divulgacao AP
Image caption Rã transparente é caracterizada pela cor da pele, que permite que órgãos internos sejam vistos
Direito de imagem Divulgacao AP
Image caption Cientista diz que descoberta é bom sinal sobre "saúde do ecossistema"
Direito de imagem Divulgacao AP
Image caption Nova espécie de rã transparente foi descoberta nas montanhas Talamanca, na Costa Rica

Segundo Kubicki, esta nova descoberta trouxe um "bom sinal".

"Estas rãs transparentes são uma espécie bem pequena e delicada. Tê-las descoberto é um bom indicador da saúde do ecossistema. Um sinal de que não há muita contaminação".

Todos os anos, cientistas descobrem milhares de novos tipos de plantas e animais, mas acredita-se haver milhões de novas espécies a serem encontradas.

Mas como muitas delas dependem de um equilíbrio delicado do ecossistema, teme-se que muitas se tornarão extintas antes mesmo de serem descobertas, devido às mudanças climáticas e a poluição.

Notícias relacionadas