O visual surreal do Lago Verde, na Áustria

Direito de imagem Alamy
Image caption Lago duplica de tamanho e ganha profundidade, afogando bancos e instalações do parque
Direito de imagem Alamy
Image caption A enchente temporária permite aos mergulhadores explorar o parque a nado

Em Tragöß, na Áustria, um passeio no parque pode exigir que o visitante se equipe com roupas de neoprene e cilindros de mergulho – pelo menos por uma parte do ano.

É que na primavera, a neve que derrete no topo das montanhas Hochschwab, ali ao lado, e faz um dos lagos locais, o Grüner See (Lago Verde) praticamente dobrar de tamanho, expandindo-se de 150 metros para 250 metros de largura.

A água cristalina inunda o parque ao redor do lago, “afogando” bancos, pontes e até flores alpinas que estão começando a brotar.

O Lago Verde também ganha até 12 metros de profundidade, em vez do 1 metro que tem no resto do ano, tornando-se um ponto de mergulho inusitado entre meados de maio e meados de julho.

Leia mais: Por dentro do mundo secreto dos tatuadores da Tailândia

Leia mais: Em imagens: O precioso 'Pantanal' africano

Direito de imagem Alamy
Image caption Temporada de mergulho no Lago Verde vai de maio a julho e atrai aventureiros de todo o mundo

Para explorar o local a nado, lado a lado com as trutas típicas da região, os mergulhadores precisam chegar já com seus certificados, pois não há a possibilidade de fazer o batismo no local.

E, tendo em mente que as águas vêm da neve, é melhor se abrigar muito bem: a temperatura do lago varia entre 4ºC e 7ºC.

O lago começa a encolher no meio do verão. É nessa hora que visitantes mais convencionais tomam conta, explorando as trilhas locais a pé – até que chegue uma nova primavera.

Direito de imagem Alamy
Image caption Flora e instalações do parque ficam praticamente intactos com a inundação
Direito de imagem Alamy
Image caption Para mergulhar no Lago Verde é preciso trazer certificado, pois o local não realiza batismos

Leia mais: Um passeio pela verdadeira Westeros de 'Game of Thrones'

Leia mais: Cinco cidades surreais por natureza que vale a pena visitar

Leia a versão original desta reportagem em inglês no site BBC Travel.