San Francisco testa tinta que 'devolve' xixi feito em muros

Foto: IG St Pauli Direito de imagem BBC World Service
Image caption Autoridades de San Francisco se inspiraram em projeto bem-sucedido de Hamburgo, na Alemanha

Quem tem o hábito de urinar em público em San Francisco, que se cuide: autoridades estão testando, em muros de áreas mais "problemáticas", uma nova tinta repelente que joga o líquido de volta.

Segundo um porta-voz da agência de obras públicas da cidade, qualquer um que tentar urinar contra uma parede tratada com a nova tinta poderá ser atingido pelo líquido.

O diretor da agência municipal americana teve ideia ao visitar um conhecido bairro de casas noturnas na Alemanha.

A comunidade de St. Pauli, em Hamburgo, está usando a tinta há algum tempo para lidar com o problema causado pelo fluxo de milhões de turistas que visitam o bairro a cada ano.

Em março, eles já haviam dito à BBC que a tinta parecia estar funcionando e o problema finalmente estava recebendo a atenção merecida.

Leia mais: Em batalha judicial com senhorio, alemão ganha direito de urinar em pé

A tinta, chamada Ultra-Ever Dry, cria uma barreira de ar em frente à superfície que "repele completamente quase qualquer líquido", segundo os fabricantes.

Nove muros

Ainda na fase de testes, as autoridades de San Francisco já pintaram nove muros em áreas perto de bares e em bairros com grande concentração de moradores sem-teto.

Placas colocadas nas paredes, em inglês, chinês e espanhol, trazem as frases: "Segure!... Tente se aliviar em um local apropriado".

"A ideia é que eles pensem duas vezes antes de urinar em público", disse Rachel Gordon, porta-voz do Departamento de Obras Públicas de San Francisco.

"Recebemos muitas, muitas ligações de pessoas que queriam (a aplicação da tinta) na rua ou no prédio onde moram", acrescentou Rachel.

Leia mais: 'Bebi urina e sangue de morcego para sobreviver no Saara'

A porta-voz disse que o custo da nova pintura nos muros é mais baixo do que o gasto com equipes de limpeza nas ruas mais atingidas pelo problema.

Além disso, a prefeitura de San Francisco também planejou a instalação de mais banheiros públicos.