Equipe apresenta supercarro com turbina e foguete para chegar a 1.600 km/h

Bloodhound Direito de imagem BLOODHOUND SSC
Image caption Milhares de visitantes deverão acompanhar exposição do veículo supersônico em Londres

Ele foi construído para alcançar mais de 1.610 km/h e bater o recorde atual de velocidade. Foram oito anos de pesquisas, design e fabricação até que o carro supersônico Bloodhound finalmente viesse a público.

Cerca de 8 mil pessoas deverão vê-lo em Londres nos próximos três dias. O carro deverá correr numa pista especialmente preparada para ele na África do Sul.

O veículo, projetado em Bristol, na Inglaterra, foi criado para quebrar o recorde estabelecido por outro carro britânico, o Thrust SSC, em 1997, de 1,228 km/h.

O painel de um lado do carro foi removido, para deixar à mostra suas partes internas. O que será exposto corresponde a 95% do Bloodhound, que ainda aguarda a instalação do sistema de foguete, um dos seus três motores, e uma série de outros acessórios.

Leia também: O escândalo da Volks pode afetar a imagem da Alemanha?

Leia também: Por que EUA são país-chave para finanças da Igreja

Direito de imagem BLOODHOUND SSC
Image caption O que será exibido corresponde a 95% do projeto final
Direito de imagem BLOODHOUND SSC Siemens Flock
Image caption Veículo foi criado para quebrar recorde estabelecido de 1,228 km/h
Direito de imagem BLOODHOUND SSC Siemens Flock
Image caption Veículo terá três motores para alcançar recorde

"É incrível vê-lo assim, longe da oficina e quase pronto para correr", disse o engenheiro-chefe, Mark Chapman.

"Não posso esperar para ver a reação das pessoas, para ver o olhar em seus rostos".

Para chegar aos 1.610 km/h, o veículo contará com a força de uma turbina de aviões Eurofighter Typhoon, fabricado pela Rolls-Royce, e de um foguete híbrido Nammo, produzido na Noruega.

O terceiro motor é um Jaguar V8, que bombeará o foguete com substâncias comburentes (que alimentam a combustão).

Se há alguma incerteza técnica sobre o projeto, ela envolve o sistema de abastecimento e o foguete. Todos os elementos do veículo ainda precisam ser testados.

"Estamos trabalhando para ter um teste do sistema de abastecimento na Grã-Bretanha feito até o Natal deste ano, e depois iremos à Noruega. Queremos testar os foguetes em janeiro e fevereiro", disse Chapman.

Leia também: Pobres e 'mulas': os jovens de Foz do Iguaçu presos com cocaína no Egito

Direito de imagem BLOODHOUND SSC Siemens Flock
Image caption Comandante Andy Green, da Força Área britânica, será novamente o piloto

Se tudo der certo, o Bloodhound fará alguns testes em baixa velocidade no aeroporto da Cornualha, na Grã-Bretanha, usando o motor Eurofighter. Ali, o carro atingirá 320 km/h. A partir da metade de 2016, os trabalhos serão na África do Sul.

O comandante Andy Green, da Força Área britânica, será novamente o piloto. Ele dirigiu o Thrust SSC que quebrou a velocidade do som no deserto do Nevada, nos Estados Unidos, quando atingiu a velocidade de 1,227,985 km/h em 15 de outubro de 1997.

Notícias relacionadas