Paródia de ataque de tubarão irrita mãe de surfista australiano

A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Um comercial de TV fazendo uma paródia do ataque de tubarão sofrido pelo surfista australiano Mick Fanning em julho provocou irritação em seu país - sobretudo em sua mãe.

Como parte de uma campanha publicitária de um novo sanduíche na África do Sul, a rede de lanchonetes KFC veiculou um vídeo em que um sósia de Fanning aparece fazendo malabarismos enquanto surfa.

O ataque sofrido por Fanning durante a etapa sul-africana do Circuito Mundial gerou comoção, já que foi transmitido ao vivo pela TV. Também chamou atenção a reação do surfista australiano, que espantou o animal com socos e chutes. Entre os espectadores que ficaram aterrorizados estava Elizabeth Osborne, a mãe do atleta.

Leia também: Como evitar ataques de tubarão - e o que fazer se for atacado

Direito de imagem epa
Image caption Fanning escapou sem ferimentos de "encontro" com o tubarão, transmitido ao vivo

"Usaram um sósia no comercial e isso trouxe de volta o imenso trauma para todos que já foram atacados por um tubarão", disse ela ao jornal australiano Sydney Morning Herald.

"Algumas famílias sofreram mortes e outras pessoas ficaram mutiladas. (O anúncio) é uma falta de respeito com elas e Mick não ficou nada satisfeito com essa história".

Segundo Osborne, a Liga Mundial de Surfe (WSL) estuda processar a rede de lanchonetes. Mas um porta-voz da WSL se recusou a comentar o caso.

A KFC sul-africana tampouco comentou, mas a filial australiana da empresa não defendeu o anúncio.

"A KFC Austrália é muito sensível à situação e esse não é o tipo de publicidade que escolheríamos mostrar aqui", disse um porta-voz à imprensa australiana.

Mick Fanning estava competindo na praia da Jeffrie's Bay, um dos mais famosos surf points do mundo, quando foi derrubado de sua prancha por um tubarão, durante a bateria final do torneio. O australiano escapou sem ferimentos.

Notícias relacionadas