Irmã de garoto morto em 1947 procura visitante misterioso que leva flores ao túmulo

Foto: BBC
Image caption Durante os últimos 20 anos, flores e mensagens não assinadas têm aparecido em túmulo de garoto morto em 1947

A irmã de um garoto morto nos anos 1940 está procurando uma pessoa misteriosa que leva flores a seu túmulo em Gloucestershire, na Inglaterra.

Karl Smith tinha 12 anos quando se afogou durante uma viagem com um grupo de escoteiros em 1947. Ele foi enterrado na igreja de Santa Maria, na cidade de Prestbury.

Segundo Ann Kear, sua irmã, flores e poemas aparecem em seu túmulo há 20 anos, mas ela não sabe de onde vêm.

"Eles (os poemas) não são assinados, então essa pessoa quer permanecer desconhecida. Mas eu adoraria falar com ela", disse.

Ela conta que, durante a excursão com o grupo de escoteiros, seu irmão foi instruído a não chegar perto do mar quando pararam em um vilarejo costeiro.

"Mas sendo garotos, eles aparentemente viram o mar e quiseram entrar. Quando os trouxeram de volta, um deles não estava junto, e era Karl", relembra.

"Foram procurá-lo e o encontraram de bruços na água."

Ann Kear tinha apenas sete anos quando seu irmão morreu.

'Túmulo bem cuidado'

Kear diz que visita o cemitério de Prestbury todos os anos no Natal, mas percebeu que "alguém mais estava colocando coisas no túmulo".

"É um ramo de azevinho ou um pequeno feixe de milho e algumas palavras de homenagem – trechos de poemas", diz.

"Desta vez, o túmulo foi cuidado e algumas flores foram plantadas."

Ela afirma ter deixado um bilhete plastificado no túmulo para o visitante misterioso, mas não teve "nenhuma resposta".

"A pessoa nunca assinou, mas é uma caligrafia cuidadosa e uma espécie de mão mais velha. Adoraria encontrá-la e poder lembrar de Karl. Seria maravilhoso", afirma.