A reprodução deste formato de vídeo não é compatível com seu dispositivo

Projeto transforma fezes humanas em carvão de cozinha

A capital de Gana, Acra, tem má fama em relação à poluição, mas está tentando transformar isso em vantagem - reciclando dejetos humanos para criar combustível de cozinha.

Acra já foi incluída entre os lugares mais poluídos do mundo, sobretudo pelo despejo de esgoto a céu aberto, que hoje é realizado em meio a uma grande favela.

Leia também: 'Descendentes precisam saber que história da África é tão bonita quanto a da Grécia'

Sem encanamento nem sistema de saneamento eficiente, os quatro milhões de habitantes dependem de esgotos abertos e rios poluídos, que canalizam os dejetos até o mar.

A falta de instalações sanitárias e o descarte indevido de resíduos agravam a situação.

Mas agora uma equipe de empreendedores está encarando esse desafio de frente, transformando fezes humanas em carvão de cozinha. A ideia é enfrentar dois problemas de uma só vez: as consequências da falta de saneamento e as altas taxas de desmatamento no país para produção de carvão tradicional.