http://www.bbcbrasil.com

03 de junho, 2004 - 14h56 GMT (11h56 Brasília)

Diretor-geral da CIA, George Tenet, renuncia

O diretor-geral da CIA (agência de inteligência americana), George Tenet, entregou o seu pedido de renúncia à Casa Branca, citando como motivo "razões pessoais".

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, disse que aceitou a renúncia de Tenet.

Analistas dizem que já era esperado que Tenet renunciasse após as eleições dos Estados Unidos, em novembro. Ele ocupava o cargo há sete anos, tendo também participado do governo de Bill Clinton.

A CIA tem sido muito criticada devido às falhas apresentadas antes da guerra do Iraque e à possibilidade de que os ataques de 11 de setembro poderiam ter sido evitados.

No mês de abril, em depoimento à comissão independente que investiga os ataques de 11 de setembro, Tenet admitiu que erros cometidos pelos serviços de inteligência permitiram que os ataques acontecessem nos Estados Unidos.

Segundo ele, a comunidade de inteligência vai demorar mais cinco anos para fornecer o tipo de serviço antiterrorismo necessário para combater a Al-Qaeda e outras ameaças.

O presidente Bush disse que vai sentir falta do "forte e capaz" Tenet como chefe da agência de inteligência dos Estados Unidos.

"Eu disse a ele que era uma pena que ele estivesse deixando o cargo. Ele fez um ótimo trabalho pelo povo americano", disse Bush, que encontrou Tenet na noite de quarta-feira.

Tenet, 51 anos, deve continuar no posto até o meio de julho. Depois disso, o vice-diretor, John McLaughlin, assumirá o cargo temporariamente, até que um substituto seja indicado.