BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 03 de agosto, 2005 - 19h16 GMT (16h16 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Ladrões roubam cópias de Munch pensando que eram originais
 
Felipe Massa
'O Grito', roubado há um ano, não foi recuperado
Ladrões mascarados na Noruega roubaram, nesta quarta-feira, o que julgavam ser três quadros do pintor Edvard Munch. As obras, na verdade, eram cópias sem valor.

Dois homens entraram no Hotel Continental de Oslo, ameaçaram os funcionários e removeram as réplicas das paredes.

As imagens roubadas eram cópias dos quadros famosos Melancolia, Auto-Retrato e O Vampiro.

O hotel havia substituído os originais pelas réplicas, após dois quadros verdadeiros do pintor terem sido roubados do Museu Munch, também em Oslo, há quase um ano.

Amadores

"Foi um fracasso completo para os ladrões", disse a gerente do hotel, Siv Lunde Kolrud.

A coleção do hotel inclui 12 pinturas originais do pintor, guardadas "em local seguro", segundo ela.

Kolrud disse que a única coisa de valor roubada foram as molduras das imagens.

A polícia disse que não suspeita que os ladrões que roubaram as cópias fossem os mesmo que realizaram o roubo no Museu Munch, em agosto do ano passado.

Na ocasião, desapareceram as obras O Grito e Madonna. Os quadros ainda não foram encontrados.

"Desta vez os ladrões eram verdadeiros amadores", disse Vidar Hjulstad, porta-voz da polícia de Oslo.

 
 
66Bomba atômica
Veja as imagens de Hiroshima 60 anos depois.
 
 
66História no palco
Galeria londrina reúne fotos marcantes da música; veja algumas.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade