BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 11 de outubro, 2005 - 17h47 GMT (14h47 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
ONU pede US$ 270 mi para ajudar vítimas do terremoto
 
Pai e filha em Muzaffarabad
Sobreviventes têm se queixado da falta de ajuda às vítimas
A Organização das Nações Unidas (ONU) lançou um apelo nesta terça-feira por US$ 270 milhões para ajudar os mais afetados pelo terremoto ocorrido na Ásia no último sábado.

Mas uma porta-voz da ONU, Yvette Stevens, disse que esses recursos serão suficientes apenas para cobrir operações imediatas para salvar vidas e a recuperação de algumas áreas.

Segundo ela, o custo final para a reconstrução será muito mais alto.

Esta será a maior operação de ajuda humanitária da ONU desde o tsunami que atingiu a Ásia no final do ano passado.

Segundo Imogen Foulkes, correspondente da BBC em Genebra, na Suíça, onde foi lançado o apelo da ONU, funcionários da organização disseram que o acesso à região afetada é um pesadelo logístico.

Estradas e pontes foram destruídas pelo terremoto, e a ONU acredita que pelo menos mil hospitais estão em ruínas.

Corpos

O primeiro-ministro do Paquistão, Shaukat Aziz, disse que pelo menos 23 mil pessoas morreram no terremoto no país, revisando para baixo a estimativa anterior, que era de 33 mil.

"Parece haver cerca de 1,5 mil corpos encontrados nos escombros e que ainda não foram sepultados", disse Vincent Lusser, da Cruz Vermelha Internacional, descrevendo notícias que recebeu de sua equipe em Muzaffarabad, a capital da área da Caxemira administrada pelo Paquistão, uma das mais afetadas pelo terremoto.

Acredita-se que 11 mil pessoas morreram em Muzaffarabad em conseqüência do abalo sísmico. "Eles estão empilhados em uma das áreas da cidade", disse.

Lusser afirmou que os sobreviventes estão tentando deixar a cidade e ficando impacientes com a demora na chegada de ajuda humanitária. "Elas estão ficando muito agressivos em relação a algumas ONGs paquistanesas que atuam em campo."

A ajuda começou a chegar às áreas devastadas, junto com mais soldados e equipes internacionais, mas as chuvas fortes estão atrapalhando as operações.

Resgate em Balakot

Cinco crianças foram resgatadas com vida das ruínas de uma escola em Balakot, no Paquistão, uma outra cidade que foi devastada pelo sismo.

O resgate foi feito por uma equipe de especialistas franceses e soldados paquistaneses que trabalharam durante a noite para retirar as crianças dos escombros.

Um correspondente da BBC na cidade afirma que o resgate das crianças traz um fio de esperança para as pessoas que estão escavando as ruínas da cidade em busca de sobreviventes e que praticamente só encontram cadáveres.

O terremoto do fim de semana chegou a 7,6 pontos na escala Richter, que vai até 9.

Segundo o repórter da BBC, podem ser vistos soldados paquistaneses ajudando a limpar os escombros em Balakot, mas os trabalhos de resgate estão sendo encabeçados por civis que vivem na cidade.

Estudantes de Medicina montaram clínicas improvisadas para atender sobreviventes, e voluntários estão procedendo a entrega de alimentos, água e cobertores enviados ao local.

Índia

O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, visitou áreas bastante afetadas pelo terremoto na área da Caxemira administrada por seu país.

Segundo Singh, 1,3 mil pessoas morreram na área, mas acredita-se que esse número deve aumentar pois muitos vilarejos em áreas montanhosas remotas estão isolados.

Um correspondente da BBC na Índia disse que em uma das cidades mais devastadas pelo abalo sísmico, Uri, moradores locais cobraram de Singh ajuda do governo.

O primeiro-ministro indiano afirmou que está ciente das falhas na prestação de socorro, mas que o governo está fazendo o que pode. Singh anunciou ainda um pacote de ajuda de mais de US$ 100 milhões para a região afetada pelo terremoto.



 
 
66Cidade Fantasma
Destruição em Muzaffarabad depois do tremor; veja fotos.
 
 
66Terremoto
Falha geológica dos Himalaias causou tremor no Paquistão
 
 
66Aprenda inglês
Treine o idioma lendo sobre as operações de resgate no Paquistão.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
 
 
LINKS EXTERNOS
 
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade