http://www.bbcbrasil.com

02 de novembro, 2005 - 10h19 GMT (08h19 Brasília)

Carro-bomba mata ao menos 5 na Caxemira indiana

Ao menos cinco pessoas morreram nesta quarta-feira após a explosão de um carro-bomba na capital da Caxemira administrada pela Índia, Srinagar. Outras 14 pessoas ficaram feridas.

A explosão ocorreu a cerca de dois quilômetros da casa do ministro-chefe designado para a região, Ghulam Nabi Azad, cuja posse está marcada para ocorrer ao longo do dia.

A polícia acredita que o responsável pelo atentado estaria se dirigindo à residência de Azad, mas acabou acionando a bomba antes, ao ser parado pela polícia para uma inspeção de segurança.

As chamas do incêndio provocadas pela explosão podiam ser observadas a uma distância de mais de um quilômetro.

Feridos graves

Além do motorista que dirigia o carro, um policial e três civis foram mortos instantaneamente. A polícia diz que o número de mortos deve aumentar, já que muitos dos feridos estão em situação grave.

O grupo militante Jaish-e-Mohammad, que luta pela independência da Caxemira, reivindicou a autoria do atentado.

O comunicado do grupo diz que o responsável pela bomba era um morador de Muzaffarabad, na parte da Caxemira administrada pelo Paquistão.

No início desta semana, o governo indiano disse acreditar que extremistas baseados no Paquistão estariam por trás dos atentados a bomba que mataram mais de 60 pessoas em Nova Délhi no sábado.