70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 28 de abril, 2006 - 20h28 GMT (17h28 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Custo de guerras pode chegar a US$ 811 bi para os EUA
 
Soldados americanos no Iraque
Estimativas se baseiam nos planos de redução das tropas até 2010
O custo das guerras no Iraque e no Afeganistão tem aumentado e pode agora chegar a US$ 811 bilhões (mais de R$ 1,7 trilhão), de acordo com um relatório do Serviço de Pesquisa do Congresso americano divulgado nesta sexta-feira.

O documento estima que, até o ano passado, o Congresso americano destinou US$ 368 bilhões para a "guerra global contra o terrorismo", incluindo operações militares nos dois países.

O relatório diz que, se a atual proposta de orçamento for aprovada, os gastos dos Estados Unidos com guerras vão chegar neste ano a US$ 439 bilhões e mais US$ 371 bilhões podem ser necessários até 2016.

Se as estimativas do órgão do Congresso estiverem corretas, as duas guerras vão custar mais aos Estados Unidos do que os US$ 579 bilhões gastos na guerra do Vietnã.

Os cálculos do relatório para os custos futuros se baseiam nos planos de redução das tropas americanas envolvidas em todas as operações militares, dos atuais 258 mil soldados para 74 mil até 2010.

Déficit orçamentário

O crescente custo das guerras tem gerado preocupações no Congresso, onde as tentativas de controlar o déficit no orçamento têm sido atrapalhadas pelos pedidos "suplementares" de gastos militares recebidos a cada ano.

O Serviço de Pesquisa do Congresso (SPC) estima que o orçamento anual para operações militares do Departamento de Defesa americano cresceu de US$ 73 bilhões, em 2004, para US$ 120 bilhões, em 2006, com um aumento de 17% apenas neste ano.

Outra preocupação nos Estados Unidos é o fato de que verbas para ações não relacionadas aos conflitos são freqüentemente incluídas no orçamento militar.

Na quinta-feira, os senadores retiraram da proposta de orçamento um programa para promoção do consumo de frutos do mar que custaria US$ 15 milhões.

Antes, o Senado já havia aprovado a utilização de US$ 1,9 bilhão do orçamento militar para reforçar a segurança na fronteira dos Estados Unidos com o México.

Redução das tropas

De acordo com o relatório do Serviço de Pesquisa do Congresso, o custo real da guerra no Iraque aumentou para cerca de US$ 8 bilhões por mês, quase o dobro dos gastos com o conflito em 2003.

O documento reconhece, no entanto, que é difícil estimar o custo exato da guerra no Iraque porque o Departamento de Defesa não separa os gastos do orçamento militar por operações.

O órgão do Congresso diz ainda que o Departamento de Defesa também minimiza o custo da guerra ao não incluir em suas estimativas custos como os gastos com inteligência e treinamento de forças de segurança afegãs e iraquianas.

O relatório estima que, ao todo, 71% do orçamento militar tem sido gasto no Iraque, 21% no Afeganistão e 7% no aumento da proteção para as forças americanas no resto do mundo.

A principal razão para o crescimento acelarado dos custos é o aumento dos gastos com munição, equipamento e materiais operacionais como gasolina.

Mais de US$ 60 bilhões foram gastos na aquisição de novos blindados, na substituição de veículos danificados e na construção de uma infra-estrutura mais ampla para apoiar as tropas em campo.

"Se a guerra global provavelmente vai se tornar uma longa guerra como sugeriram porta-vozes do governo, o Congresso pode querer considerar um pedido para que o departamento de Defesa requisite um outro orçamento anual além de seu regular", diz o SPC.

As estimativas do SPC não incluem os custos com a reconstrução do Afeganistão e do Iraque, inicialmente avaliados pelos Estados Unidos em US$ 56 bilhões.

Um relatório recente do Escritório Geral de Contabilidade sugeriu que esses custos poderiam ser ainda maiores e acrescentou que o dinheiro desembolsado até agora foi gasto em segurança, e não reconstrução.

 
 
Jawad al-Maliki Caio Blinder
Sem opção, EUA apostam em novo governo iraquiano.
 
 
Iraque
Leia notícias sobre a ocupação dos EUA e a transição no país.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
EUA bloqueiam bens de suspeitos de Darfur
28 de abril, 2006 | Notícias
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade