BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 24 de junho, 2006 - 00h57 GMT (21h57 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Bebida falsificada mata 42 mil por ano na Rússia
 
Nurgaliyev liderou esforços para combater o alcoolismo na Rússia
Cerca de 42 mil pessoas morrem todos os anos na Rússia por envenenamento causado pelo consumo de bebidas alcoólicas falsificadas, de acordo com o ministro do Interior do país, Rashid Nurgaliyev.

Segundo ele, garrafas de bebidas alcoólicas à venda em lojas russas freqüentemente contém líquidos venenosos, e afirmou que o problema é uma "tragédia nacional".

Nurgaliyev disse ainda que uma proporção significativa de bebidas alcoólicas importadas de outras partes da antiga União Soviética é falsificada.

Ele reiterou alegações de que boa parte do vinho de Geórgia e Moldova é potencialmente prejudicial.

A Rússia já proibiu a importação de ambos os países, embora os seus governos afirmem que o seu vinho é apropriado para o consumo e eles estão sendo punidos por suas políticas favoráveis ao Ocidente.

O ministro russo liderou esforços para combater o alcoolismo na Rússia, que causa toda uma gama de problemas de saúde no país.

Estima-se que um em cada três homens russos e uma em cada sete mulheres no país são alcoólatras, de acordo com o repórter da BBC, Steven Eke.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Mortes ligadas ao álcool disparam na Grã-Bretanha
15 de agosto, 2005 | Ciência & Saúde
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade