BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 25 de julho, 2006 - 04h13 GMT (01h13 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Japão completa a retirada de suas tropas do Iraque
 
Soldados japoneses eram proibidos de usar armas no Iraque
O último grupo de soldados japoneses de um contingente enviado ao Iraque retornou ao seu país, pondo fim à primeira missão militar japonesa em uma zona de combate desde a Segunda Guerra Mundial.

Um total de 5,5 mil soldados foram enviados ao país em grupos de 600 para uma missão de dois anos e meio.

As forças japonesas forneceram suprimentos e assistência médica a moradores do sul do Iraque, mas foram proibidos de usar suas armas e se apoiaram em outros soldados da coalizão internacional no país para a sua segurança.

Representantes do governo japonês indicaram que o país vai continuar a operar uma missão de sua força aérea no Kuwait, transportando carga e pessoal à capital iraquiana, Bagdá.

Segundo correspondentes, a decisão de enviar tropas ao Iraque rendeu muitas críticas ao primeiro-ministro japonês Junichiro Koizumi em seu país.

Mas ele recebeu muitos elogios nos Estados Unidos por seu apoio à intervenção liderada por forças americanas no Iraque.

 
 
Iraque
Leia notícias sobre a ocupação dos EUA e a transição no país.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Duas explosões deixam 50 mortos no Iraque
23 de julho, 2006 | Notícias
'Abuso era comum em Abu Ghraib', diz ONG
23 de julho, 2006 | Notícias
Chegam a 48 mortos em mercado no Iraque
17 de julho, 2006 | Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade