BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 05 de agosto, 2006 - 14h50 GMT (11h50 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Carro-bomba mata 6 em Cali, na Colômbia
 
Carro-bomba em Cali
Ataque ocorre poucos dias antes da posse de Uribe para 2º mandato
Às vésperas da posse do presidente Álvaro Uribe, que vai para seu segundo mandato, a explosão de um carro-bomba em Cali, na Colômbia, deixou ao menos cinco pessoas mortase um civil mortos.

A explosãoa aconteceu nesta sexta-feira, do lado de fora de uma delegacia de polícia. Os mortos eram cinco policiais e um civil.

Um porta-voz da polícia, general Jorge Daniel Castro, acusou a guerrilha esquerdista Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) pelo ataque.

As autoridades colombianas ofereceram uma recompensa de US$ 80 mil (cerca de R$ 175 mil) por informações que levem aos responsáveis pelo ataque.

Em um outro incidente, dois soldados foram mortos quando procuravam explosivos no sudoeste do país, onde as Farc têm uma forte presença.

Posse

Os dois incidentes marcam a contagem regressiva para a cerimônia de posse do segundo mandato do presidente Álvaro Uribe, na segunda-feira.

Uribe, que promete manter a linha dura contra a guerrilha, foi reeleito com mais de 60% dos votos em maio passado.

Um correspondente da BBC em Bogotá disse que o êxito mais alardeado do primeiro mandato do presidente em termos de paz foi a desmobilização de mais de 30 mil integrantes de grupos paramilitares de direita, e um início de aproximação com a guerrilha Exército de Libertação Nacional (ELN).

Mas crescem as presões da sociedade civil para que o governo e as Farc façam um acordo para libertar prisioneiros em troca da liberdade de civis seqüestrados pela guerrilha, afirma o correspondente.

Cerca de 2,5 mil pessoas estão seqüestradas na Colômbia, das quais 1,5 mil em poder das Farc e outras 400 em poder do ELN.

No início da semana, uma emboscada no nordeste do país atribuída às Farc deixou 16 mortos, entre eles 15 policiais.

No mesmo dia, um carro-bomba explodiu na capital, Bogotá, matando um civil e ferindo ao menos dez soldados.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Emboscada mata 16 pessoas na Colômbia
01 de agosto, 2006 | Notícias
Carro-bomba mata um e fere dez na Colômbia
31 de julho, 2006 | Notícias
Colômbia vê proposta das Farc com cautela
24 de junho, 2006 | Notícias
Farc declaram guerra ao ELN na Colômbia
12 de junho, 2006 | Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade