http://www.bbcbrasil.com

07 de agosto, 2006 - 22h32 GMT (19h32 Brasília)

Uribe toma posse com forte esquema de segurança

Primeiro presidente da Colômbia a ser reeleito para um segundo mandato, Alvaro Uribe tomou posse nesta segunda-feira em meio a um forte esquema de segurança.

As principais ruas de Bogotá foram patrulhadas por tanques, helicópteros e dezenas de milhares de policiais, para evitar que grupos guerrilheiros tentassem repetir os ataques realizados na primeira posse de Uribe, quatro anos atrás, quando morteiros disparados contra o palácio presidencial mataram mais de 20 pessoas.

Onze presidentes, além do Príncipe de Astúrias, participaram da cerimônia de posse, realizada no prédio do Congresso. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi representado pela primeira-dama, dona Marisa Letícia.

"Nosso país tem tantas necessidades, que Deus nos dê energia... para servir à Colômbia e que possamos progredir rumo à paz e à justiça social", disse Uribe, ao participar de uma missa realizada no sul da capital.

Ataques das Farc

Aliado de Washington, Uribe venceu as eleições de 28 de maio prometendo combater os rebeldes e promover o crescimento econômico.

Uribe ganhou reconhecimento por sua luta contra asForças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Mas o presidente ainda não conseguiu vencer os rebeldes.

Milhares de pessoas já foram mortas no país em conflitos envolvendo o tráfico de drogas.

Na semana passada, dezenas de pessoas morreram em uma série de ataques atribuídos aos rebeldes das Farc.

Apesar dos milhões de dólares recebidos em ajuda dos Estados Unidos, a Colômbia continua a liderar o ranking mundial de produção de cocaína.

O crescimento econômico deverá ser outra prioridade do governo.

Metade dos colombianos ainda vive abaixo da linha de pobreza.