BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 13 de setembro, 2006 - 13h28 GMT (10h28 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Semana de moda de Madri proíbe modelos 'magras demais'
 
Modelo
Autoridades estavam preocupadas com 'influência' de modelos sobre adolescentes
A semana de moda de Madri, um dos eventos mais prestigiosos da Espanha, proibiu modelos magras demais de desfilar nas suas passarelas.

As modelos que tiverem índice de massa corporal (IMC) - adotado pela Organização Mundial de Saúde para o cálculo do peso ideal de cada indivíduo - inferior a 18 kg/m², foram proibidas de desfilar no evento pela Associação Espanhola de Estilistas de Moda.

A presença de modelos consideradas magras nas passarelas levou a protestos de médicos e grupos de defesa dos direitos das mulheres. A associação concordou em usar o IMC em resposta à pressão do governo regional.

O IMC é calculado dividindo o peso pela altura ao quadrado. Uma pessoa que pesa 55 kg e tem 1.70 m de altura, por exemplo, tem o IMC de 19.03 kg/m². Especialistas em saúde das Nações Unidas recomendam que o BMI fique em torno de 18,5 kg/m² e cerca de 25 kg/m².

Tratamento

Segundo informações da associação espanhola, 30% das potenciais participantes não passaram no teste para a série de desfiles de moda deste ano, que começa no dia 18 de setembro. A organização disse que vai oferecer tratamento médico a modelos excessivamente magras.

"As restrições podem ser um enorme choque para o mundo da moda no começo, mas estou certo de que é importante no que diz respeito à saúde", disse Leonor Perez Pita, diretora da semana da moda de Madri, segundo a agência de notícias Reuters.

O governo espanhol disse que quer criar uma imagem mais positiva e saudável da beleza para adolescentes.

"A moda é um espelho, e muitas adolescentes imitam o que vêem na passarela", disse uma representante do governo regional, Concha Guerra.

A Associação para Anorexia e Bulimia da Espanha disse que se os estilistas se recusarem a seguir essas restrições voluntariamente, o governo deveria transformar em lei a proibição de modelos muito magras.

Alguns setores do mundo da moda expressaram indignação com a idéia de restrições a peso.

Cathy Gould, da agência de modelos de Nova York Elite, disse que a indústria da moda está sendo usada como bode expiatório para doenças ligadas ao peso das pessoas.

"Eu entendo que eles queiram estabelecer o padrão de mulheres saudáveis bonitas, mas e a discriminação contra a modelo e a liberdade do estilista?", perguntou ela, acrescentando que a carreira de modelos com "corpo de gazela" pode ser prejudicada.

 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade