BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 27 de setembro, 2006 - 03h33 GMT (00h33 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Chefes do Cartel de Cali vão cumprir pena nos EUA
 
Miguel Rodriguez Orejuela
Miguel Rodriguez Orejuela foi extraditado para os Estados Unidos em março do ano passado
Dois irmãos que chefiavam o Cartel de Cali, na Colômbia, um dos maiores do mundo no tráfico de cocaína, foram sentenciados nesta terça-feira a 30 anos de prisão nos Estados Unidos.

Em um tribunal federal em Miami, na Flórida, Gilberto e Miguel Rodriguez Orejuela se declararam culpados da acusação de conspirar para importar 200 mil quilos de cocaína para os Estados Unidos.

A sentença foi dada depois que a dupla chegou a um acordo com a promotoria. Os irmãos concordaram em renunciar a US$ 2,1 bilhões em bens obtidos por meio do tráfico de drogas. Em troca, acusações de lavagem de dinheiro e outros crimes contra seus familiares foram retiradas.

O secretário de Justiça dos Estados Unidos, Alberto Gonzales, disse que a admissão de culpa dos irmãos "sinaliza o golpe final, fatal, contra o poderoso Cartel de Cali".

Gilberto Rodriguez Orejuela
Gilberto Rodriguez Orejuela foi levado para Miami no final de 2004

Fundadores do cartel, os irmãos Orejuela já estiveram na lista dos criminosos mais poderosos do mundo.

Segundo Jeremy Mc Dermott, correspondente da BBC em Bogotá, Gilberto e Miguel Rodriguez Orejuela sempre deram muita importância à família e isso, no final, fez com que concordassem em se declarar culpados das acusações.

Império comandado da prisão

O Cartel de Cali já foi responsável por 80% da cocaína contrabandeada para os Estados Unidos. Era conhecido por seus métodos engenhosos, como esconder a droga em madeira oca e até em carregamentos de brócolis e quiabo congelados.

Miguel, de 63 anos, foi extraditado para os Estados Unidos em março de 2005, três meses depois de seu irmão, Gilberto, 67 anos, ter sido levado para Miami.

No início do processo, os dois alegavam inocência.

Os irmãos eram acusados de organizar operações de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro de dentro da prisão na Colômbia onde estavam desde 1995.

No início deste ano, William Rodriguez Abadia, filho de Miguel, foi sentenciado a mais de 20 anos de prisão por um juiz em Miami, depois de concordar em cooperar no processo contra seu pai e seu tio.

Advogado, Abadia era acusado de ter assumido o comando do cartel depois que seu pai e seu tio foram presos, em 1995.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade