BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 22 de fevereiro, 2007 - 16h12 GMT (14h12 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Agência nuclear da ONU diz que Irã ignorou exigência
 
Usina em Natanz
Irã afirma que quer energia nuclear e não armas nucleares
O Irã não atendeu a exigência do Conselho de Segurança da ONU e não suspendeu as suas atividades de enriquecimento de urânio, segundo relatório divulgado nesta quinta-feira pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

O documento diz que, ao invés de suspender seu programa nuclear, como havia exigido o Conselho de Segurança da ONU, o Irã aumentou o volume de urânio que está enriquecendo.

De acordo com a agência nuclear da ONU, o Irã expandiu a quantidade de urânio que enriquece de uma quantidade considerada apropriada para pesquisa para um nível industrial.

A AIEA diz que mais de 300 centrífugas foram instaladas em uma usina iraniana e um total de 3 mil devem ser instaladas nos próximos meses.

Sanções

O prazo de 60 dias da ONU para que o Irã suspendesse suas atividades de enriquecimento de urânio terminou na última quarta-feira.

O Tratado de Não-Proliferação Nuclear considera uma violação de suas regras o funcionamento de mais de 500 centrífugas.

O relatório da AIEA diz que o Irã concorda com inspeções ocasionais em suas instalações, mas não com a monitoração à distância.

A recusa do Irã em obedecer ao prazo da ONU pode levar a comunidade internacional a impor mais sanções contra o país.

A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, afirmou que novas tentativas de levar o Irã de volta à mesa de negociação serão feitas.

Em Berlim, Rice disse que Estados Unidos, Rússia, Alemanha e a União Européia concordaram em usar a ONU e outros meios para convencer o Irã a voltar às negociações.

O ministro das Relações Exteriores do Irã afirmou que ainda há tempo para uma solução negociada.

O Irã nega as acusações dos países ocidentais de que estaria tentando fabricar armas nucleares.

O governo iraniano afirma que seu programa nuclear tem fins exclusivamente pacíficos, apenas para a produção de energia.

 
 
Instalação nuclear no IrãEntenda
A polêmica em torno do programa nuclear do Irã.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Bush rejeita rumores de ataque dos EUA ao Irã
13 de fevereiro, 2007 | Notícias
AIEA suspende programas de ajuda técnica ao Irã
10 de fevereiro, 2007 | Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade