BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 06 de agosto, 2007 - 12h29 GMT (09h29 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
China quer evitar comida estragada durante Olimpíadas
 
fábrica de alimentos na China
Carregamentos vão precisar de autorização para entrar na Vila Olímpica
O governo chinês disse que vai aplicar "medidas sofisticadas" para garantir que toda a comida destinada aos atletas que participarão das Olimpíadas no ano que vem esteja livre de contaminação.

Segundo os organizadores, todos os carregamentos de comida serão acompanhados por satélite desde o momento em que deixarem as fábricas até chegarem aos locais dos jogos.

Toda a comida com destino à Vila Olímpica precisará de autorização oficial para entrar no local.

Órgãos de comunicação do governo divulgaram recentemente que amostras de comida serão testadas em ratos e que restaurantes e barraquinhas também serão monitorados de perto.

Escândalos

As medidas são anunciadas depois que a China foi abalada por uma série de escândalos envolvendo casos de contaminação alimentar.

No início do mês passado, os Estados Unidos suspenderam importações de alguns tipos de frutos do mar e pescados oriundos da China, alegando que os produtos continham substâncias químicas cancerígenas.

A China rebateu, chamando a proibição de "inaceitável" e "indiscriminada".

Ainda nos EUA, vários animais de estimação morreram desde o início do ano por causa de rações feita com ingredientes chineses contaminados com produtos químicos industriais.

No Panamá, pelos menos 50 pessoas morreram ao ingerir um xarope contra gripe contendo falsa glicerina importada da China.

Pasta de dente com dietilenoglicol, uma substância tóxica, usada na refrigeração de radiadores de carros, foi exportada para República Dominicana, Panamá e Estados Unidos.

Na própria China foram encontradas irregularidades. Em alguns hospitais públicos, as autoridades detectaram o uso de albumina falsa, um remédio utilizado para aumentar a concentração de proteína no sangue.

 
 
Recall de 1 milhão
Empresa dos EUA recolhe brinquedos feitos na China.
 
 
trabalhador chinês'Made in China'
Produtos chineses enfrentam crise de credibilidade
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade