BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 10 de novembro, 2007 - 02h28 GMT (00h28 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
EUA pressionam Musharraf a deixar chefia do Exército
 
Benazir Bhutto
Ex-primeira-ministra discursou atrás de barricadas de prisão domiciliar
Os Estados Unidos exortaram o presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, a deixar o cargo de chefe do Exército e marcar uma data precisa para as eleições.

O porta-voz do Departamento de Estado, Sean McCormack, disse que, embora já tenha se comprometido a deixar a farda e com a realização das eleições até o dia 15 de fevereiro, Musharraf precisa deixar claro quando exatamente fará o que prometeu.

"Ele deve assumir esse compromisso publicamente e marcar uma data para a população paquistanesa para que eles tenham uma expectativa de voltar ao estado constitucional e ao caminho para a democracia", disse McCormack.

O governo americano também se manifestou de maneira crítica sobre a prisão domiciliar da ex-primeira-ministra e líder oposicionista Benazir Bhutto, que foi mantida presa em sua casa durante horas nesta sexta-feira até a suspensão da medida.

Bhutto recebeu uma intimação, que determinava sua detenção por três dias, ao tentar sair de sua casa, na cidade de Islamabad, para se dirigir a um protesto contra o estado de emergência decretado por Musharraf, na cidade de Rawalpindi, convocado por seu partido (o PPP, Partido do Povo Paquistanês).

Concentrações públicas estão proibidas no Paquistão sob o atual estado de emergência, imposto no sábado passado por Musharraf.

Bhutto disse que lançará uma campanha para forçar Musharraf a deixar o posto de chefe do Exército. Ela promete liderar uma marcha da cidade de Lahore a Islamabad se as suas reivindicações não forem atendidas.

Na quarta-feira o presidente americano, George W. Bush, já havia dito a Musharraf que ele deveria suspender o estado de emergência, num primeiro sinal de que Washington está perdendo a paciência com o general, apesar da sua importância como aliado na chamada guerra contra o terrorismo.

Musharraf não pode tomar posse formalmente até que a Suprema Corte reconheça a validade da sua vitória nas eleições presidenciais de 5 de outobro que, de acordo com resultados oficiais, lhe asseguraram mais um mandato de cinco anos.

Prisões

Além de prender Bhutto, forças de segurança paquistanesas bloquearam as estradas próximas à cidade de Rawalpindi, o local da manifestação, e utilizaram gás lacrimogêneo para dispersar a multidão.

O PPP diz que 5 mil de seus simpatizantes já foram presos desde o final de semana passado e que 100 pessoas foram detidas na frente da casa de Bhutto nesta sexta-feira.

Analistas dizem que os acontecimentos desta sexta-feira devem melhorar a imagem de Bhutto como "defensora da democracia". Alguns partidos acreditavam que ela poderia fazer um acordo com Musharraf.

O vice-ministro da Informação paquistanês, Tariq Azim, havia dito à BBC que Bhutto estava sendo mantida em sua casa para "sua segurança". A polícia afirmou que militantes suicidas planejavam atacar a manifestação de Rawalpindi.

Em outubro, Bhutto sobreviveu a uma tentativa de assassinato em Karachi em que cerca de 140 pessoas morreram.

Na quinta-feira, Musharraf prometeu que realizará eleições parlamentares até 15 de fevereiro, horas depois de ser pressionado pelo governo americano a realizar o pleito em janeiro, como previsto.

 
 
Paquistão
Bhutto convoca protestos.
Veja
 
 
Jornais'New York Times'
Lei marcial no Paquistão realça fracasso de Bush.
 
 
Policiais detêm advogado no PaquistãoPaquistão
Polícia reprime protestos
Veja
 
 
O presidente do Paquistão, Pervez MusharrafPaquistão
Tire suas dúvidas sobre a crise política no país.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade