BBC Online Network Fale com a gente
O Mundo Hoje
Especial
Reportagem
BBC e Você
Ivan Lessa
Sobre a BBC
Aprenda inglês

BBC Rádio
Programação
Como sintonizar
08 de dezembro, 1999 Publicado às 12h00 GMT
O Mundo Hoje
Cuba e EUA brigam pelo garoto Elian


Cubanos fazem maiores protestos em muitos anos contra os Estados Unidos

Dezenas de milhares de pessoas saíram às ruas de Havana para pedir, pelo terceiro dia consecutivo, o retorno do garoto Elian Gonzalez, de seis anos, que se encontra em Miami, nos Estados Unidos.

Elian Gonzalez sobreviveu ao naufrágio de um barco no litoral da Flórida, no mês passado, em que ele e sua mãe fugiam para os Estados Unidos.

O garoto foi recebido por parentes e outras famílias de cubanos em Miami, que estão fazendo de tudo para que ele permaneça em solo americano.

Os cubanos querem que Elian Gonzalez volte para morar com o pai e os avós.

Assim como os anteriores, o protesto foi em frente ao escritório da missão norte-americana em Cuba.

As manifestações foram as maiores ocorridas em Cuba em muitos anos.

O caso se tornou emblemático das dificuldades da relação entre Cuba e os Estados Unidos.

As rádios e a televisão cubana transmitiram ao vivo as manifestações e a imprensa oficial tem publicado cartas enviadas a Elian por crianças cubanas.

Elian está na casa de parentes, em Miami

"Eu não conheço você, mas eu penso em você como um irmão ou um primo. Tenho duas coisas a lhe dizer: não se deixe comprar por dinheiro ou brinquedos", diz uma das cartas publicadas no jornal Juventude Rebelde.

O presidente de Cuba, Fidel Castro está pedindo o retorno imediato do garoto e acusa o governo americano de sequestro.

"O pequeno Elian vai voltar para o seu país, sua família, sua carteira na escola", Fidel Castro prometeu aos colegas de classe de Elian, que comemoravam o aniversário de seis anos sem a sua presença, na segunda-feira.

"Ele é um herói de Cuba", disse Fidel. A questão foi parar na justiça norte-americana, que pode decidir pela permanência de Elian Gonzalez nos Estados Unidos.

O advogado norte-americano Spencer Eig, contratado para defender os interesses do garoto cubano, diz que este é um caso para ser resolvido pela Convenção Internacional de Haia, na Holanda.

A Convenção proíbe mandar uma criança de volta para um país onde há desrespeito aos direitos humanos.

O advogado diz que o pai do garoto, Juan Miguel Gonzalez, que permanece em Cuba, deveria participar do processo na justiça, mas acha que o desejo da mãe de Elian, de que ele viva nos Estados Unidos, tem de ser levado em conta.

O porta-voz do Departamento de Estado Norte-americano, James Foley, disse que o pai de Elian será contactado pelas autoridades da imigração norte-americana para ser informado dos direitos em questão no caso.

Mas o governo cubano diz que não confia na imparcialidade dos tribunais da Flórida por causa do forte sentimento anti-Fidel da comunidade cubana exilada no estado.

O gverno cubano diz que o retorno de Elian é uma condição para o prosseguimento de negociações cruciais sobre acordos de imigração entre os dois países, que vai acontecer em Havana no dia 13 deste mês.


O Mundo Hoje


21 Dez 99
"Natal negro": até 25 mil mortos na Venezuela

21 Dez 99
Estados Unidos elogia "passo à frente da Rússia"

21 Dez 99
Casais gays ganham direitos civis nos EUA

21 Dez 99
Doença da vaca louca pode atingir seres humanos

20 Dez 99
Macau volta à China após 442 anos de domínio português

20 Dez 99 | Em imagens
A devolução de Macau

20 Dez 99
Mortos na Venezuela podem chegar a 5.000

20 Dez 99 |Em imagens
As enchentes na Venezuela

20 Dez 99
Eleições russas fortalecem primeiro-ministro

20 Dez 99 | Em imagens
Os russos vão às urnas

20 Dez 99
Guerrilha faz pausa para Natal na Colômbia

17 Dez 99
Negociações entre Israel e Síria terminam sem acordo

17 Dez 99
Transgênicos causam processo nos EUA

16 Dez 99
Cientistas descobrem o Planeta do Milênio

14 Dez 99
Cuidado: bug do milênio à vista


Links relacionados


077 Dez 99
"Rússia vai pagar pela Chechênia", diz Clinton

07 Dez 99
"Rússia vai pagar pela Chechênia", diz Clinton

07 Dez 99
"Rússia vai pagar pela Chechênia", diz Clinton

07 Dez 99
"Rússia vai pagar pela Chechênia", diz Clinton

07 Dez 99
"Rússia vai pagar pela Chechênia", diz Clinton

07 Dez 99
"Rússia vai pagar pela Chechênia", diz Clinton

07 Dez 99
"Rússia vai pagar pela Chechênia", diz Clinton

07 Dez 99
"Rússia vai pagar pela Chechênia", diz Clinton

    Para cima    
© BBC World Service
Bush House, Strand, London WC2B 4PH, UK.
Notícias e áudio em 43 línguas