BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 12 de outubro, 2005 - 15h55 GMT (12h55 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Por trás das fotos: A dor de uma morte no Afeganistão
 
Foto: Erik Refner, 2001
Erik Refner fotografou a preparação do enterro em 2001
A fundação World Press Photo celebra os 50 anos da sua competição fotográfica neste ano.

A BBC Brasil, nesta semana, reproduz os relatos de cinco vencedores do prêmio sobre como eles registraram as imagens que ficaram famosas mundialmente.

Erik Refner descreve como ele fotografou, em 2001, um refugiado afegão de um ano de idade sendo preparado para o enterro.

A família da criança, originalmente do norte do Afeganistão, procurou refúgio devido à situação política e à seca do país.

Roger Hutchings, presidente do júri da World Press Photo, escreveu sobre a fotografia de Refner. "A imagem que ele fez tocou a todos nós. Ela é simples, icônica e simbólica. Ela aponta para um assunto que precisa ser tratado e ainda nos repreende por ter sido ignorado, o Afeganistão desde o fim da Guerra Fria. Ela também nos faz lembrar o que é realmente um fotógrafo."

Leia o depoimento do fotógrafo Erik Refner.

"Em 2001, eu estava trabalhando como um estagiário no jornal Berlingske Tidende, da Dinamarca. Naquela época, falava-se pouco sobre os refugiados afegãos, apesar de esse ser um dos maiores problemas de refugiados do mundo.

Resolvi oferecer ao meu editor, então, uma proposta de cobrir a situação no país, e ele aceitou.

Fui a um campo de refugiados perto da cidade paquistanesa de Peshawar, próximo à fronteira com o Afeganistão. Havia cerca de 90 mil refugiados lá, tanto por causa da situação política como devido à seca no norte afegão.

Fiquei no campo por cerca de duas semanas. Eu não tinha permissão de ficar no local à noite, então pedi para o meu tradutor ficar de olhos e ouvidos bem abertos. Uma manhã, ele me contou sobre uma família que ele conhecia, em que um menino de um ano de idade morreu no campo.

A família foi à barraca da ONG Médicos Sem Fronteiras para pegar um abrigo branco e uma lápide.

Fomos até a barraca em que os homens da família tinham começado a preparar o corpo da criança para o enterro. Eu dei os pêsames ao pai e depois perguntei se poderia tirar fotografias.

De acordo com a tradição local, são os homens que preparam o corpo. Neste caso, era o pai da criança, o irmão e um imã. São estes os braços que dá para ver na imagem.

Tudo aconteceu muito rápido, a cerimônia durou cerca de dez minutos. Eu sentei no chão para tirar as fotos e depois tirei algumas em pé.

Foi uma situação muito difícil, estavam todos muito tristes. Eu podia ouvir as mulheres chorando em uma outra tenda. E eu tentei não ser um intruso nos sentimentos deles.

Então, todos saíram da tenda, e os homens carregaram o corpo por cerca de 2 km para um cemitério fora do campo.

Os juízes do World Press Photo descreveram a imagem como simbólica e icônica. Eu ainda recebo muitos comentários sobre a fotografia. Depois que uma pessoa a vê, não consegue esquecê-la. É muito simples e muito poderosa.

Tem o grande contraste entre o manto branco e os braços escuros. A criança parece ter um pequeno sorriso no rosto, como se finalmente tivesse conseguido ir a um lugar melhor.

Também tem o fato de que são pessoas de mais idade enterrando uma criança, deveria ser o oposto. Tem muito simbolismo nesta imagem. Tudo isso a torna muito poderosa.

Eu sempre tentei retratar pessoas inocentes em conflitos, prefiro fotografar indivíduos que têm a vida afetada por uma crise. Já fiz projetos no Congo e no Sudão.

No momento em que tirei a fotografia, eu sabia que foi uma boa imagem. Quando cheguei em casa e vi a foto novamente, percebi que ela era ainda melhor do que eu tinha imaginado.

A fotografia foi publicada algumas semanas depois de tirada, como parte de um ensaio."

 
 
66World Press Photo
Prêmio mundial de fotojornalismo faz 50 anos; veja imagens.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade