70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 26 de dezembro, 2005 - 20h31 GMT (18h31 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Remake de filme de Mel Brooks quer repetir êxito da Broadway
 

 
 
Cena de 'Os Produtores'
A atriz Uma Thurman é uma das estrelas do filme 'Os Produtores'
O filme Primavera Para Hitler, levado para os palcos com grande sucesso, está agora voltando à tela grande em um remake que as duas principais estrelas do elenco da Broadway, Matthew Broderick e Nathan Lane.

O filme, que também conta com Uma Thurman e Will Ferrell no elenco, estréia no Brasil no dia 30 de dezembro com o título Os Produtores.

A comédia original, que em inglês recebeu o título de The Producers, foi lançada em 1968 e rendeu o Oscar de melhor roteiro para o diretor e autor Mel Brooks.

Mais de 30 anos depois, Brooks levou a história do filme para a Broadway em formato de musical, e o espetáculo recebeu 12 prêmios Tony, considerado o Oscar do teatro americano.

Ao recriar The Producers novamente no cinema, Brooks deve ganhar uma nova geração de fãs com sua mistura de humor e mau gosto.

Trama

A versão original tinha o ator Zero Mostel no papel do produtor em fim de carreira Max Bialystock, que convence seu contador, Leo Bloom, interpretado em 1968 por Gene Wilder, a participar de um esquema para ganhar dinheiro.

Bialystock e Bloom planejam escrever um musical para a Broadway que seja um grande fracasso para embolsar o dinheiro dos investidores quando o espetáculo acabar prematuramente.

No entanto, o musical, intitulado Primavera Para Hitler como o filme no Brasil, torna-se um sucesso surpreendente de bilheteria.

Mel Brooks disse que não planejava fazer um remake do filme original, mas queria produzir um registro cinematográfico das interpretações premiadas de Lane e Broderick.

A química entre os dois (interpretando Bialystock e Bloom, respectivamente) foi considerada o fator crucial para o sucesso do musical na Broadway há quatro anos.

Em entrevista ao jornal americano The New York Times, Mel Brooks declarou que queria garantir que o musical seria lembrado com as canções e o elenco originais. "Não entramos nessa para ganhar dinheiro", afirmou.

Brooks disse que foi por isso que convidou a diretora do musical na Broadway, Susan Stroman, para dirigir o filme. Stroman nunca havia dirigido um filme antes.

Público jovem

A entrada de Thurman e Ferrell no elenco foi por insistência do estúdio Universal Pictures. Ao escalar os dois, a Universal espera atrair para os cinemas o público jovem, que nunca viu nem o espetáculo da Broadway nem o filme original.

Will Ferrell admitiu que ficou preocupado com a responsabilidade de ter que entrar para um elenco que já se conhecia bem, mas depois conseguiu se sentir mais confortável no papel.

No filme, Ferrell é o roteirista obcecado pelo nazismo Franz Liebkind, que escreve o musical Primavera para Hitler.

Nathan Lane e Matthew Broderick insistem que o conceito de um filme baseado em um musical tem longevidade.

"Se você pegar passo a passo, tudo faz sentido. Muitos musicais são baseados em filmes", diz Broderick.

"Ana e o Rei do Sião se tornou O Rei e Eu e, então, se tornou um filme. A Pequena Loja dos Horrores era um filme pequeno, tornou-se um espetáculo teatral e, então, um filme", comenta Lane.

"Os Produtores é uma grande história, um dos maiores enredos cômicos de todos os tempos, e com personagens maravilhosos pelos quais você se apaixona", acrescenta o ator.

Musicais

O público de cinema contemporâneo tem provado que os musicais ainda têm um lugar nas telas.

Em graus diferentes, Chicago, Moulin Rouge, O Fantasma da Ópera e Rent - Os Boêmios conseguiram registrar bilheterias respeitáveis.

Alguns críticos, no entanto, afirmam que os responsáveis por Os Produtores adaptaram a versão da Broadway para o cinema de maneira muito literal.

Eles afirmam que o novo filme é teatral e que a diretora Susan Stroman não conseguiu revigorar o antigo sucesso.

Quanto às atuações, alguns reclamam que obviamente Nathan Lane e Matthew Broderick já interpretaram esses papéis centenas de vezes e, por isso, também acrescentaram pouco à nova versão cinematográfica de Os Produtores.

Isso pode não fazer diferença para aqueles que assistiram a Os Produtores na Broadway e, alegremente, vão ver de novo a mesma história por um preço bem menor.

E outros podem ver o filme porque simplesmente gostam e sentem falta dos antigos musicais nas telas de cinema.

"Esse filme é uma verdadeira carta de amor ao teatro. É o melhor do teatro e do cinema nova-iorquino juntos", afirma a diretora Susan Stroman.

 
 
Retrospectiva
Veja o que foi notícia no ano marcado por desastres naturais.
 
 
Vítima é socorrida depois de explosão em LondresImagens de 2005
Confira as mais marcantes ao redor do mundo.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Bilheteria de King Kong decepciona nos EUA
19 de dezembro, 2005 | Cultura & Entretenimento
Meirelles concorre ao Globo de Ouro de melhor diretor
13 de dezembro, 2005 | Cultura & Entretenimento
Longa dirigido por Clooney ganha prêmio nos EUA
12 de dezembro, 2005 | Cultura & Entretenimento
Ator de 'Friends' estréia na Broadway em maio
09 de dezembro, 2005 | Cultura & Entretenimento
Julia Roberts 'é a atriz mais bem paga de Hollywood'
30 de novembro, 2005 | Cultura & Entretenimento
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade