70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às:
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Medicina é nova locomotiva da economia de Cuba
 

 
 
Remédios cubanos
Remédios cubanos estão ajudando a economia
Cuba, que até pouco tempo dependia do turismo e da exportação de charutos e níquel para sobreviver, vem silenciosamente desenvolvendo um vigoroso setor de saúde que poderá transformar a cambaleante economia do país.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a indústria do turismo (avaliada em US$ 1,8 bilhão) será superada em breve pelas empresas de biotecnologia, de exportações de vacinas e pelo fornecimento de serviços de saúde para outros países.

Os bem-sucedidos testes clínicos em vários países já estabeleceram Cuba como líder mundial em pesquisa e tratamento de câncer.

No ano passado, o orçamento de Cuba para a saúde foi impulsionado pelas exportações de produtos de biotecnologia – que dobraram para US$ 300 milhões – pelo atendimento a pacientes estrangeiros e pela exportação de outros produtos médicos, equipamentos e máquinas de diagnóstico.

Também no ano passado, uma empresa de biotecnologia foi aberta na China, em um empreendimento conjunto em que Havana oferece a transferência de tecnologia para tratamentos de câncer. Neste ano, Cuba está de olho no ocidente.

Fidel Castro
Fidel tenta investir nos recursos humanos

A empresa alemã de biotecnologia Oncoscience está realizando testes clínicos com o remédio anti-câncer TheraCIM h_R3, que ela espera registrar, e a empresa Cancervax, da Califórnia, deve testar outro tratamento cubano contra o câncer depois de Washington ter concordado em abrir uma exceção para o embargo comercial.

"Se conseguirmos acesso ao mercado ocidental, então este setor de alta tecnologia poderá se tornar a locomotiva de toda a economia cubana", disse o médico Rolando Perez, do Centro de Imunologia Molecular (CIM).

Motor para o crescimento

Desde que assumiu o poder em 1959, Fidel Castro tenta criar uma potência médica global, mas foi apenas em 1991, depois do colapso da União Soviética - que apoiava a ilha financeiramente - que o setor de saúde se tornou uma potencial fonte de receita.

Nos anos 90, Cuba se tornou o primeiro país a desenvolver e comercializar a vacina contra a meningite B, o que fez aumentar bastante as exportações do país. Depois, houve a procura pelas vacinas do país contra a hepatite B, que atualmente é fornecida para 30 países, entre eles China, Índia, Rússia, Paquistão e países da América Latina.

Agora, a esperança é que o setor de saúde ajude a transformar Cuba, cuja economia sofre depois de 40 anos de punições comerciais dos Estados Unidos e duas décadas de má administração econômica de Fidel Castro.

Recursos humanos

Segundo Fidel, o modelo de desenvolvimento de Cuba é baseado no direcionamento da riqueza para os recursos humanos e ciência para criar uma economia baseada no conhecimento em torno da saúde.

O presidente começou os investimentos em biotecnologia ainda nos anos 80.

Médica cubana
Cuba conta com um médico para cada 170 pacientes

Duas décadas depois, as perspectivas de Cuba em uma era pós-Fidel parecem rosadas, com o setor da saúde em expansão e uma economia embriônica baseada no conhecimento.

Cuba mantém médicos em missões humanitárias no exterior e recebe estudantes estrangeiros para se graduar nas prestigiadas escolas de medicina do país.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a ilha conta com um médico para cada 170 pacientes, em média, número superior ao dos EUA, onde a média é de um médico para cada 188 pacientes.

Cuba também fez um acordo com a Venezuela, país para o qual presta serviços de saúde em troca de petróleo, num valor estimado de US$ 1 bilhão.

 
 
Ahmadinejad Ahmadinejad
Conheça as idéias e declarações do presidente iraniano.
 
 
Fila no escritório de imigração americanoImigração
EUA mudam prazo para vistos de estudantes.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Evo Morales se compara a Fidel Castro em Cuba
31 de dezembro, 2005 | Notícias
Cuba promove aumento histórico de sálarios
25 novembro, 2005 | BBC Report
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade