BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 29 de junho, 2006 - 16h37 GMT (13h37 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Premiê do Japão e Bush vão visitar a casa de Elvis
 

 
 
Capa do álbum com clássicos de Elvis lançado por Koizumi, cortesia BMG
Primeiro-ministro lançou um álbum com uma seleção de suas canções favoritas de Elvis
Encontros entre o presidente dos Estados Unidos George W Bush e o primeiro-ministro do Japão Junichiro Koizumi sempre chamam a atenção.

E a imprensa vai certamente comentar as conversas dos dois nesta quinta-feira em Washington.

Mas é pelo segundo dia da visita que a maioria das pessoas está esperando.

Bush e Koizumi vão visitar Graceland, a mansão do rei do rock Elvis Presley.

Num gesto interpretado por muitos como um grande obrigado a um aliado que deixa o cargo, o presidente americano está escoltando Koizumi até Memphis, no Tennessee.

Será a primeira vez que dois chefes de Estado passearão pela casa do lendário roqueiro.

A gentileza vai deliciar Koizumi, conhecido no Japão e no exterior como um apaixonado fã de Elvis.

Tiragem esgotada

O primeiro-ministro já cantou canções de Elvis para outros líderes, fez duetos com celebridades e até lançou um álbum com uma seleção de suas faixas preferidas do Rei.

"Eu amo Elvis", disse Koizumi a um grupo de 5 mil fãs reunidos em Tóquio em 2001. "Nunca me canso de ouvir suas canções, não importa quantas vezes eu as escute".

A paixão surgiu na infância. Ele diz que a primeira canção em inglês que aprendeu foi "I Want You, I Love You, I Need You".

Em 2001, poucos meses após tomar posse, Koizumi lançou um álbum com uma seleção de clássicos de Elvis.

O disco trazia na capa uma foto, gerada por computador, de Koizumi ao lado do Rei.

E incluía comentários sobre cada uma das faixas que havia escolhido.

O álbum alcançou a posição número oito da parada japonesa na primeira semana de lançamento. Todas as 200 mil cópias foram vendidas.

As vendas foram bem em parte por causa da popularidade de Koizumi, mas também porque muitos japoneses compartilham da paixão do primeiro-ministro.

O público aprecia o fato de que ele gosta de música, disse Haruo Shimada, professor de economia na Universidade de Kelo e consultor de Koizumi.

"É um alívio para as pessoas saber que o primeiro-ministro gosta de música", ele disse. "Isso cria uma percepção de que ele está próximo do povo na rua, ao contrário dos políticos convencionais, que só falam de impostos e taxas de juros".

No cenário mundial, a paixão assumida pode ter ajudado a cimentar amizades diplomáticas importantes.

Dizem que quando encontrou Bush pela primeira vez em 2001, Koizumi cantou uma seleção de clássicos de Elvis em uma sessão de karaokê no rancho do presidente americano no Texas.

Contam também que, em um jantar formal, impressionou Condoleezza Rice com seu conhecimento de letras de canções de rock americanas.

Agora, o primeiro-ministro japonês - que já anunciou que vai deixar o cargo em setembro - recebe um presente do amigo.

A chance de visitar a casa do seu herói.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade