BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 27 de fevereiro, 2007 - 08h57 GMT (05h57 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Quadro feito com dinheiro é roubado na Noruega
 
Tela de Jan Christensen
A tela continha cédulas no valor total de US$ 16,3 mil
Uma obra de arte norueguesa formada exclusivamente por cédulas de coroa, a moeda corrente na Noruega, foi roubada de uma galeria na capital do país, Oslo, onde estava exposta.

O quadro do artista Jan Christensen, intitulado Valor Relativo, continha notas num valor equivalente a US$ 16,3 mil.

Os ladrões entraram na galeria depois de quebrar uma janela.

Na galeria, o que restou da obra foi a armação da tela, de 4 metros de comprimento por 2 metros de altura.

A obra já havia sido vendida para um comprador norueguês pelo valor total das cédulas.

"A obra foi vendida por nada, basicamente. Era apenas uma troca", disse Christensen à BBC.

Tela após o roubo
Após o roubo, o que restou foi a armação da tela

"Debate"

"Eu queria fazer um trabalho sem sutileza, com a intenção de criar um debate sobre o valor da arte, e sobre capitalismo e como o mundo da arte funciona", afirmou.

Christensen disse que não sabe se vai fazer uma nova tela para repor a roubada.

"Nós temíamos que algo assim pudesse acontecer", disse ele.

Os ladrões conseguiram fugir com o dinheiro apesar das medidas de segurança adotadas na galeria.

O roubo ocorreu na noite de domingo.

Christensen acredita que a presença de vários convidados ilustres em Oslo para as comemorações do aniversário do rei da Noruega, Harald 5º, retiraram boa parte dos policiais da cidade de suas tarefas costumeiras.

Apesar do duplo revés de perder uma obra feita com seu próprio dinheiro, Christensen disse que acha o roubo "interessante".

"Ele comprova minha teoria de que fiz uma obra de arte que tem valor fora do espaço da galeria."

Ele disse que tem grande importância para ele o fato de que o mito pode continuar, referindo-se ao fato de que as notas que usou na tela podem acabar em circulação no país.

Christensen afirmou que achou intrigante que alguém possa desejar arriscar uma pena de prisão por um montante relativamente pequeno, e imagina que tipo de pessoa teria roubado sua obra.

"Pode ser um viciado em drogas, mas pelo menos é interessado em arte", concluiu.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Polícia da Noruega recupera 'O Grito', de Munch
31 de agosto, 2006 | Cultura & Entretenimento
Polícia russa prende suspeitos no roubo do Hermitage
06 de agosto, 2006 | Cultura & Entretenimento
Escultura de US$ 5,3 mi é roubada na Grã-Bretanha
17 de dezembro, 2005 | Cultura & Entretenimento
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade