http://www.bbcbrasil.com

23 de março, 2007 - 14h57 GMT (11h57 Brasília)

Macacos aprendem tarefas com convívio social, diz estudo

Uma pesquisa divulgada nesta semana pela Universidade de Cambridge, na Grã-Bretanha, mostra que macacos aprendem tarefas com o convívio social, da mesma forma que os humanos.

O estudo foi conduzido pelo cientista brasileiro Antonio Moura, do Departamento de Antropologia Biológica de Cambridge.

A pesquisa mostrou que macacos capuchinhos da Serra da Capivara, no Piauí, aprendem uns com os outros tarefas como bater pedras para alertar a todos sobre a chegada de predadores. A tarefa, mostrou o estudo com dez grupos de macacos, era ensinada dos mais velhos para os mais jovens.

O trabalho científico contribui para entender como macacos desenvolvem suas habilidades.

Polêmica

Há uma divisão entre os antropólogos biológicos sobre a questão.

Alguns argumentam que o convívio social é a principal forma de aprendizado. Outros dizem que as técnicas são desenvolvidas por influências no ambiente de criação.

Na pesquisa desenvolvida por Moura, não houve sinal de influência do ambiente no aprendizado de técnicas pelos macacos capuchinhos.

"Um dos sinais mais interessantes é que eles faziam barulhos para espantar predadores. Eles pareciam estar comunicando o perigo uns aos outros ao mesmo tempo", afirma Moura.

"Nós já sabemos que essas populações de macacos usam pedras como ferramentas para cavar buracos ou para pilhagens e ainda há dúvidas sobre porque isso acontece nessas terras. Por serem tão secas e estéreis, é possível que eles aprendam essas técnicas porque querem se desenvolver mais rapidamente. Para ter certeza, teríamos que pesquisar mais."