BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 02 de abril, 2007 - 16h41 GMT (13h41 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
ONU prepara alerta sobre aumento de fome e doenças
 

 
 
Poluição
Cientistas analisam propostas para suavizar aquecimento

A segunda parte do relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) da Organização das Nações Unidas (ONU), que será divulgada nesta sexta-feira em Bruxelas, deve afirmar que o mundo sofrerá com mais fome e doenças em decorrência das alterações no clima.

O documento abordará as conseqüências que as mudanças climáticas terão nos próximos anos sobre o ecossistema, a economia e a saúde dos seres humanos, e até que ponto as medidas tomadas pelo homem podem reduzir esse impacto.

Cientistas de todo o mundo estão reunidos esta semana em Bruxelas para aprovar o texto final, elaborado com base na análise de 28 mil dados proporcionados por 75 estudos realizados pela equipe do IPCC.

Também serão avaliadas 1,5 mil propostas governamentais que têm como objetivo mitigar os efeitos das mudanças climáticas.

Referência

O estudo do IPCC está dividido em quatro partes e deve ser concluído em meados de novembro. Espera-se que as previsões apresentadas pelos cientistas da ONU sirvam de referência para um novo compromisso ambiental mundial, sucessor do Protocolo de Kyoto, que expira em 2012.

A segunda parte do relatório deve concluir que a elevação da temperatura global poderá mudar o rendimento das produções agrícolas e aumentar a fome e a ocorrência de doenças principalmente nas regiões mais pobres do mundo.

Também deve afirmar que, com o aumento do nível do mar, as regiões costeiras e baixas serão inundadas, obrigando comunidades inteiras a se deslocarem, e que as mudanças no ecossistema levarão à extinção de várias espécies de animais e plantas.

Divulgada em fevereiro em Paris, a primeira parte do estudo prevê um aumento de até 4º C na temperatura da Terra até o fim deste século e culpa o homem pelo aquecimento global.


 
 
GloboEspecial
Veja as últimas informações sobre mudanças climáticas.
 
 
Seca na AmazôniaAmazônia
Risco de seca intensa pode ser 10 vezes maior em 2030.
 
 
GráficoEm números
Gráficos trazem evolução das mudanças climáticas.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
UE concorda em reduzir emissões de CO2 em 20%
09 de março, 2007 | Ciência & Saúde
2007 deve ser o ano mais quente da história
04 de janeiro, 2007 | Ciência & Saúde
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade