BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 18 de maio, 2007 - 09h06 GMT (06h06 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Uma em cada três britânicas 'já fez sexo no escritório'
 
Pesquisa diz que duas em cada três britânicas 'flertam por email'
Uma pesquisa afirma que uma em cada três mulheres (33%) já fez sexo no local de trabalho na Grã-Bretanha.

A pesquisa revelou ainda que quase uma em cada cinco (17%) já dormiu com o chefe e que um percentual um pouco maior (20%) dormiria com o seu superior se isto fosse levar a uma promoção, mesmo que não se sentisse atraída por ele.

A pesquisa sobre sexo no trabalho foi encomendada pela revista NW Magazine (New Woman Magazine) e ouviu 2 mil mulheres em todo o país.

Em um mundo onde o escritório assumiu papel central na vida das pessoas, o levantamento mostrou o quanto o ambiente de trabalho está conectado com os relacionamentos.

Dois em cada três (61%) deles já começam no trabalho. Os casais famosos de pombinhos que se conheceram no trabalho incluem os atores Brad Pitt e Angelina Jolie, os tenistas Andre Agassi e Steffi Graf e até o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, e sua mulher, Cherie.

"O trabalho é um ambiente ideal para relacionamentos de 'cozimento lento' – o colega na mesa à sua frente pode não ser um deus grego, mas se torna interessante à medida que você o conhece", disse a editora da NW Magazine, Lauren Libbert.

Segundo a pesquisa, quatro entre cinco mulheres (82%) dizem já ter tido fantasias com algum colega.

Cantadas

A pesquisa mostrou ainda que a paquera é uma característica marcante no ambiente de trabalho.

Quase todas as britânicas entrevistadas (94%) dizem exercitar ou ter exercitado algum tipo de paquera no trabalho.

Na mão oposta, nove entre dez (87%) afirmam que já foram cantadas no escritório. A metade (47%) disse que se sentiu "lisonjeada".

O levantamento mostrou ainda que o termômetro pode subir entre homens e mulheres mesmo no ambiente de trabalho, como comprova a estatística de que uma em cada três entrevistadas (33%) já fez sexo no escritório, sendo que outras 36% disseram que fariam se sentissem vontade.

"Há tanto flerte e paquera no local de trabalho que é surpreendente que a economia não tenha entrado em colapso", disse Lauren Libbert.

"Mas dizem que é o amor que move o mundo..."

 
 
AmoraComo fazer amor
Londres inaugura 'academia do sexo'.
 
 
Vaso Sexo e História
Mostra na Alemanha explora cem mil anos de sexo.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade