BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 28 de maio, 2007 - 10h54 GMT (07h54 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Especial traça perfil genético de nove negros famosos
 

 
 
Colagem com osa participantes do projeto
DNA de celebridades nacionais ajuda a rastrear o passado

A BBC Brasil lança nesta segunda-feira o especial Raízes Afro-Brasileiras, que traça o perfil genético de nove brasileiros famosos de origem africana.

Celebridades como os músicos Milton Nascimento, Djavan e Sandra de Sá e a ginasta Daiane dos Santos participam do projeto, que explora a ancestralidade africana da população brasileira.

O projeto é baseado em exames de DNA conduzidos pelo geneticista Sérgio Pena, professor titular de Bioquímica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e diretor científico do Laboratório Gene, também em Belo Horizonte.

Os resultados indicaram, por exemplo, que Daiane dos Santos tem a composição mais equilibrada de genes africanos, europeus e ameríndios.

Uma das mais "africanas" do grupo, Sandra de Sá disse que sempre quis saber mais sobre as suas origens e que o projeto "caiu como uma luva" no momento em que ela está vivendo.

"Tudo o que eu estou fazendo na minha vida é em relação à África, inclusive na música", disse Sandra.

As outras personalidades que participam do projeto da BBC Brasil são a atriz Ildi Silva, o "rei do Carnaval" Neguinho da Beija-Flor, o jogador de futebol Obina, a cantora Sandra de Sá e o líder religioso Frei David Santos.

A fim de obter um amplo quadro genético, foram feitos três testes baseados na análise de diferentes partes do DNA: o exame da ancestralidade paterna, o da ancestralidade materna e o da ancestralidade genômica, que permite estimar o percentual de genes africanos, europeus e ameríndios na composição de um indivíduo.

Estudos históricos já revelaram que o Centro e o Oeste da África foram as regiões que mais contribuíram para o tráfico negreiro que durante três séculos trouxe milhões de africanos ao Brasil como escravos.

Mas, diante da precariedade dos registros - muitos deles destruídos pela Coroa Portuguesa -, estudiosos do assunto, inclusive historiadores, têm se voltado para a genética na tentativa de conhecer melhor esse contingente que, juntamente com índios e europeus, deram origem à população brasileira.

"Algumas perguntas fundamentais que os historiadores não tinham recursos para responder, através da biologia há pelo menos sugestões", afirma o historiador Manolo Florentino, coordenador do programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e autor de diversos livros sobre o tráfico de escravos.

Pesquisas genéticas permitem, por exemplo, descobrir onde determinadas seqüências genéticas observadas em indivíduos brasileiros são encontradas na África.

 
 
Colagem com os participantes do projetoEspecial Raízes
Teste de DNA rastreia antepassados de afro-brasileiros.
 
 
Daiane dos SantosGenética brasileira
Daiane dos Santos é 'mais européia do que africana'.
 
 
Mapa da EuropaAfro-descendente?
Pesquisa mostra ascendência européia de negros.
 
 
Oprah Winfrey e Louis Gates Jr.Olhar americano
'Brasil tem a cara do futuro', diz professor de Harvard.
 
 
Ilustração de uma cadeia de DNATécnica
Entenda como o DNA é usado na busca por origens
 
 
DNADNA
Confira a publicação dos resultados nesta semana.
 
 
EscravoEscravidão
Há 200 anos, britânicos aboliam tráfico; Leia especial.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade