BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 21 de maio, 2007 - 08h07 GMT (05h07 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Maçã na gravidez 'pode reduzir risco de asma em bebês'
 
Cientistas já sabiam de benefícios da maçã para o pulmão adulto
Bebês de mães que comem muita maçã durante a gravidez têm menos chance de desenvolver asma, segundo estudo feito por uma universidade escocesa.

Os pesquisadores da Universidade de Aberdeen entrevistaram duas mil grávidas sobre os hábitos alimentares delas e depois acompanharam a saúde dos filhos por cinco anos.

Eles constataram que mães que comeram quatro ou mais maçãs por semana eram menos predispostas a ter um filho asmático do que aquelas que comeram a fruta menos de uma vez por semana.

O estudo foi apresentado na conferência da Associação Torácica Americana.

Peixe e eczema

A pesquisa também sugere que comer peixe durante a gravidez diminui os riscos de a criança desenvolver eczema.

 É bem menos polêmico aconselhar mulheres a comerem mais fruta do que sugerir que elas tomem mais vitaminas.
 
Graham Devereux, pesquisador da Universidade de Aberdeen

Os filhos de mulheres que tenham comido pelo menos uma porção por semana de qualquer tipo de peixe durante a gravidez, cortaram pela metade o risco de desenvolvimento de eczema, pelas crianças, nos primeiro cinco anos de vida.

O estudo não fornece nenhuma indicação consistente sobre os motivos para maçãs e peixes terem estes efeitos positivos sobre a saúde das crianças. Nenhuma outra comida parece estar ligada a quedas nos índices de asma e eczema.

No entanto, nutricionistas e médicos já sabem há muito tempo que a maçã pode ter efeitos positivos sobre a saúde pulmonar dos adultos, possivelmente por conta de suas propriedades antioxidantes. E peixes – particularmente aqueles mais oleosos – contém o elemento Ômega 3, que também tem aparentes efeitos positivos sobre a saúde.

Mas pesquisadores sabem que é uma tarefa muito difícil revelar as ligações entre dieta materna e saúde do bebê, devido ao grande número de outros fatores que influenciam no desenvolvimento da criança.

Vitaminas

O projeto da Universidade de Aberdeen – financiado pela entidade beneficente “Asma no Reino Unido” já tinha, no passado, revelado uma conexão entre a ingestão de vitaminas durante a gravidez e a redução nos aparecimento da asma em bebês.

Desta vez, eles admitem que a ligação entre maças e asma não é suficiente para provar em definitivo que o consumo da fruta diminui a incidência da doença, mas é um forte argumento a favor de uma dieta balanceada durante os meses de gravidez.

“Pode haver outros fatores na saúde dos fetos destas mulheres que comem bastante maçã mas claramente há uma associação (entre a doença e o consumo da fruta)”, disse um dos líderes da equipe de pesquisadores, Graham Devereux.

“E certamente é bem menos polêmico aconselhar mulheres a comerem mais fruta do que sugerir que elas tomem mais vitaminas”, conclui.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Maconha 'pode impedir gravidez', sugere estudo
02 de agosto, 2006 | Ciência & Saúde
Comer peixe na gravidez pode ajudar criança, diz estudo
16 de fevereiro, 2007 | Ciência & Saúde
Comer agrião pode diminuir risco de câncer, diz pesquisa
15 de fevereiro, 2007 | Ciência & Saúde
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade