BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 12 de junho, 2007 - 11h04 GMT (08h04 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Contra Fifa, Morales jogará futebol a 5.550 metros de altura
 
Evo Morales durante partida de futebol perto de La Paz no início de junho
Morales já havia jogado outras partidas a mais de 5.000 m
O presidente da Bolívia, Evo Morales, pretende enfrentar nesta terça-feira uma caminhada de três horas em uma montanha, a uma temperatura que pode chegar a 20 graus abaixo de zero, para disputar uma partida de futebol a 5.550 metros acima do nível do mar.

O jogo, que deve reunir funcionários da Presidência da Bolívia contra uma equipe de montanhistas, é parte de uma campanha de Morales contra a decisão da Fifa, o órgão que controla o futebol mundial, de proibir partidas oficiais disputadas acima de 2.500 metros acima do nível do mar.

A Bolívia, cuja capital, La Paz, está a 3.600 metros acima do nível do mar, é um dos países mais afetados pela medida, que atinge ainda outras de suas cidades importantes, como Cochabamba, Sucre, Oruro e Potosí.

Segundo o porta-voz da Presidência Alex Contreras, o jogo desta terça-feira na montanha nevada Sajama, no Departamento (Estado) de Oruro, servirá para “demonstrar ao mundo que se pode praticar esportes nas alturas”.

Proteção à saúde

A proibição anunciada pela Fifa no mês passado tinha como objetivo proteger a saúde dos esportistas, após anos de reclamações de equipes obrigadas a disputar partidas em locais de altitude elevada, onde a concentração de oxigênio no ar é reduzida.

O jogo em Sajama, cujo início está marcado para as 10h (11h de Brasília) deve ocorrer em um campo construído a cerca de mil metros do cume da montanha de 6.542 metros de altura, a mais alta da Bolívia.

Segundo informações dos montanhistas que conhecem a região, os integrantes da equipe do presidente deverão caminhar por três horas, a partir do heliponto montado no acampamento-base da montanha, para chegar ao campo de jogo.

“Queremos demonstrar que se pode fazer uma caminhada e logo depois jogar uma partida de futebol”, disse o porta-voz do presidente.

Crítico

No dia 1º de junho, o presidente boliviano já havia disputado uma partida de futebol em um campo a 5.272 metros de altitude, próximo a La Paz.

Morales, que começou sua carreira política como diretor de esportes da associação de plantadores de coca da região do Chapare, tem sido um dos maiores críticos da medida da Fifa, que atinge também outros países andinos, como Colômbia, Equador e Peru.

No final desta semana o presidente pretende viajar a Assunção, no Paraguai, para se reunir com o presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e discutir a questão.

 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade