BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 26 de junho, 2007 - 09h25 GMT (06h25 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Parceria com China criará megausina de etanol no Nordeste
 

 
 
etanol
Investimentos devem somar R$ 1bilhão
Uma parceria entre a empresa estatal chinesa BBCA Bioquímica, da província de Anhui, e a pernambucana Grupo Farias vai abrir duas usinas de álcool no Brasil previstas para estarem entre as maiores do país.

As duas usinas deverão ser construídas no Maranhão e devem entrar em funcionamento entre 2009 e 2010. A produção inicial será de 800 milhões de litros de etanol por safra, podendo chegar a 1 bilhão de litros por safra.

O custo das usinas será de aproximadamente US$200 milhões (R$390 milhões). A produção será totalmente dedicada à exportação para a China.

Cada usina terá capacidade de processamento de 5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, com produção de 400 a 500 milhões de litro de etanol por safra.

Esses números colocam entre as maiores do Brasil.

De acordo com o ranking compilado pela UNICA, União da Agroindústria Canavieira de São Paulo, a maior usina de produção e processamento de cana na safra de 2006/2007 foi a Da Barra (7 milhões de toneladas).

Em seguida, aparecem São Martinho (6,7 milhões de toneladas), Santa Elisa (5,9 milhões de toneladas), Vale do Rosário (5,4 milhões de toneladas) e Itamarati (5 milhões de toneladas).

Essas unidades se dedicam à produção de açúcar e etanol. As plantas sino-brasileiras produziriam exclusivamente etanol.

“Planejamos construir uma unidade que fosse a maior do Brasil, mas por uma questão de escala agro-industrial devemos optar por construir duas. Uma unidade muito grande não agrega competitividade”, explicou à BBC Brasil o presidente do Grupo Farias, Eduardo Farias.

Segundo Farias, a idéia é construir as usinas no Estado do Maranhão. “É quase certo que vai ser lá, pois há uma área boa para o plantio de cana e o porto de Itaqui tem capacidade para receber navios de grande porte”, disse ele.

Taxas e incentivo

O Grupo Farias deve ter parte majoritária na parceria sino-brasileira e ainda avalia a melhor estratégia para conseguir uma redução nas taxas de importação sobre etanol na China.

“Estamos fazendo um trabalho de convencimento junto ao governo chinês para que eles compreendam que é necessário baixar as taxas sobre o etanol", disse Farias.

Segundo dados da embaixada brasileira em Pequim, pela tabela tarifária do governo chinês, os impostos sobre importações de álcool podem variar entre 30% e 40%.

"O imposto atual reflete a taxação sobre bebidas alcoólicas. Estamos empenhados em um esforço para demonstrar ao governo que vale a pena cortar as taxas para incentivar a importação de etanol, que é um combustível verde", explicou o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Tang, à BBC Brasil.

Há pouco mais de uma semana a China anunciou que vai parar de produzir álcool a partir de milho, por questões de segurança alimentar. O aumento no preço do grão, que serve como base de ração para animais, contribuiu para a inflação dos preços da carne de porco, principal fonte de proteína na dieta dos chineses.

Dentro de duas semanas o presidente da BBCA Anhui, Li Rong-Jie, e um grupo de executivos chineses irá ao Brasil para acertar os últimos detalhes da parceria.

O grupo Farias é uma empresa familiar com sede em Pernambuco, que atua no setor sucroalcooleiro há mais de quarenta anos.

 
 
plantação de milhoEtanol
Demanda nos EUA 'deve gerar recorde mundial de grãos'.
 
 
Trabalhador em plantação de cana-de-açúcarMeio ambiente
Etanol é 'ameaça disfarçada de verde', dizem ambientalistas.
 
 
Trabalhador em plantação de cana-de-açúcarMeio ambiente
'Etanol brasileiro é opção melhor', diz esboço do IPCC.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade