BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 30 de novembro, 2007 - 22h35 GMT (20h35 Brasília)
 
Envie por e-mail Versão para impressão
Chavistas encerram campanha pró-reforma constitucional
 

 
 
Manifestação pró-reformas constitucionais em Caracas nesta sexta-feira
Pesquisas indicam que não há favoritos no referendo de domingo
Centenas de milhares de simpatizantes do governo da Venezuela encerraram nesta sexta-feira a campanha a favor do projeto de reforma constitucional proposto pelo presidente Hugo Chávez, que será submetido a um referendo no próximo domingo.

Vestindo bonés e camisetas vermelhas, os manifestantes viajaram de vários Estados do país à capital, Caracas, para participar da manifestação.

Vendedores de livros e camisetas do líder revolucionário Ernesto Che Guevara, do presidente cubano Fidel Castro e do próprio Chávez compunham o cenário ao longo da Avenida Bolívar, onde os manifestantes aguardavam o presidente para o discurso de encerramento da campanha.

Estima-se que mais de 16 milhões de venezuelanos irão às urnas para definir se 69 artigos da Constituição de 1999 serão modificados ou não.

As mais recentes pesquisas de intenção de voto mostram que não há favoritismo nem para o ‘sim’ nem para o ‘não’ no referendo.

Levantando cedo

Um dos manifestantes, o vendedor de milho Luiz Niño, disse à BBC Brasil que no próximo domingo levantará às 4h para ir votar a favor das reformas.

Principais propostas de mudanças constitucionais
Reeleição por número indefinido de vezes para presidente
Aumento do mandato presidencial de seis anos para sete anos
Fim da autonomia do Banco Central
Reorganização da estrutura dos distritos administrativos do país
Redução da jornada de trabalho de oito para seis horas diárias
Redução da idade mínima para votar de 18 anos para 16 anos
Extensão da cobertura de benefícios sociais para trabalhadores informais

"É a primeira vez que temos um presidente de verdade. Com o socialismo, nós os pobres estaremos atendidos", disse.

“Voto no ‘sim’ porque a reforma dará oportunidade ao povo de participar na política”, comentou outro participante do evento, o eletricista Vicente Borges, se referindo à proposta de criação de um “poder popular”, diretamente vinculado às comunidades.

“Agora decidiremos junto o que devemos fazer para avançar na revolução.”

A estudante Edilia Lira explicou porque os manifestantes são a favor de um dos pontos mais polêmicos da proposta de reformas – o fim do limite de candidaturas de uma mesma pessoa à Presidência.

Segundo ela, a Venezuela ainda não tem uma pessoa “que possa dar continuidade à revolução. Hoje só confiamos no Chávez."

Oposição

Nos últimos dias, a oposição venezuelana tem argumentado que o governo pretende fraudar o referendo e que, se isso acontecer, não reconhecerá os resultados emitidos pelo Conselho Nacional Eleitoral.

Em um vídeo que circula pela internet, divulgado nesta quinta-feira, um dos dirigentes do partido Um Novo Tempo, Peña Esclusa, afirmou que a oposição "de antemão, não reconhece o referendo e os resultados."

De acordo com Esclusa, a oposição realizará manifestações em todo o país alegando fraude, imediatamente após o anúncio dos resultados.

 
 
Estudantes protestam contra as reformas constitucionais na VenezuelaVenezuela
Oposição se une para tentar derrotar Chávez.
 
 
Hugo Chávez, presidente da VenezuelaVenezuela
Entenda a reforma constitucional proposta por Chávez.
 
 
Protesto anti-Chávez na VenezuelaVenezuela
Disputa política afeta abastecimento de alimentos.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Chávez rompe relações com governo de Uribe
28 novembro, 2007 | BBC Report
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade