BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 11 de dezembro, 2007 - 01h01 GMT (23h01 Brasília)
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
Kerry diz que EUA não aprovam acordo sobre emissões sem emergentes
 

 
 
O senador John Kerry
Kerry promete mudança de postura dos EUA no próximo governo
O senador John Kerry, candidato democrata derrotado à Presidência dos Estados Unidos, afirmou nesta segunda-feira que a alta casa do Congresso americano "dificilmente aprovaria" a entrada em um novo acordo para cortes de emissões de gases causadores do efeito estufa caso países em desenvolvimento não se comprometessem também a reduzir as suas emissões.

Em uma entrevista durante a conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) em Bali, na Indonésia, Kerry fez questão de destacar que os Estados Unidos "estão dispostos a liderar" e que muitos reconhecem "que o país é o maior poluidor do mundo", mas ressaltou também a importância da participação das economias emergentes.

"Em algum momento, eles vão ter que assumir essas reduções, por várias razões, principalmente porque os países desenvolvidos não vão conseguir fazer tudo sozinhos", disse Kerry, que já nesta terça-feira deve deixar Bali, onde representantes de mais de 190 países discutem um roteiro para a criação de um novo acordo de combate ao aquecimento global.

O democrata lembrou também que o Senado americano derrubou a ratificação do Protocolo de Kyoto porque o acordo não exigia cortes de emissões de países em desenvolvimento.

O presidente George W. Bush acabou confirmando o veto, sob a alegação de que a adesão ao protocolo iria prejudicar a economia americana.

Da noite para o dia

Às vésperas de um ano de eleições presidenciais, Kerry disse acreditar que um presidente democrata iria fazer uma diferença como a "da noite para o dia" na política americana sobre mudança climática.

Ele afirmou também esperar que os negociadores da atual delegação americana não aprovem um texto para o chamado "mapa do caminho de Bali", como vem sendo chamado o documento que deve ser produzido na reunião, que deixe o próximo presidente "de mãos atadas".

 Estamos gastando US$ 1 trilhão na Guerra do Iraque. Devemos ser capazes de encontrar vários bilhões para salvar o planeta.
 
John Kerry, senador democrata

"Trazemos a mensagem de que os Estados Unidos vão estar à mesa, vão liderar, os Estados Unidos vão mudar significativamente as suas políticas para tratar da mudança climática."

"Estamos gastando US$ 1 trilhão na Guerra do Iraque. Devemos ser capazes de encontrar vários bilhões para salvar o planeta", concluiu.

O senador se disse otimista sobre um rápido desenvolvimento de tecnologias limpas, uma vez que as grandes indústrias percebessem que há "dinheiro para ser ganhado" com o combate à mudança cimática.

"Ninguém pode prever o que acontece quando se começa a correr atrás de resultados."

Metas

O encontro da ONU sobre mudança climática termina na sexta-feira. Ele deve produzir um documento com uma espécie de roteiro para as negociações que vão acontecer até 2009, quando os líderes mundiais devem começar os acertos finais para um substituto ao Protocolo de Kyoto, atualmente em vigor.

A delegação americana quer evitar que neste "mapa do caminho de Bali" entrem referências às metas de redução obrigatórias defendidas pela União Européia (EU), que prevêem cortes entre 25% e 40% até 2020, como recomenda o IPCC.

Kerry, no entanto, disse ser a favor delas, mas destacou que os países em desenvolvimento também têm que seguir na mesma direção.

A convenção do clima da ONU prevê "responsabilidades comuns, mas diferencidas" entre os seus signatários.

O objetivo da frase é deixar claro que todos os países têm que assumir responsabilides, aceitando que os deveres dos países ricos são maiores, já que eles se beneficaram mais da poluição que hoje todos enfrentamos.

 
 
Blog de Bali
Nosso repórter cobre as discussões sobre o clima.
 
 
Ambientalistas fazem manifestação na praia de Kuta, em Bali Meio ambiente
Reunião da ONU em Bali entra em fase decisiva.
 
 
São Paulo Clima e Brasil
Cortes de emissão 'podem derrubar PIB em 4%'.
 
 
Aquecimento global
ONGs cobram do Brasil metas para reduzir emissões.
 
 
Protocolo de Kyoto
Entenda o que é e os objetivos do acordo sobre clima.
 
 
Ambientalistas pedem combate ao aquecimento Reunião de Bali
Entenda a reunião da ONU na Indonésia sobre o clima.
 
 
Geleira Especial
Veja informações e explicações sobre mudanças climáticas.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Amazônia vive 'sangria', diz jornal espanhol
10 dezembro, 2007 | BBC Report
Redução de desamatamento é elogiada em Bali
07 dezembro, 2007 | BBC Report
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade