BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 12 de março, 2008 - 08h28 GMT (05h28 Brasília)
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
Macacos criam frases para se comunicar, diz estudo
 
Macaco-de-nariz-branco
Macacos se comunicam usando técnicas humanas
Um estudo da Universidade de St. Andrews, na Escócia, revelou que macacos combinam sons para passar mensagens específicas, da mesma forma que humanos combinam palavras para criar frases.

Com a descoberta, os pesquisadores esperam encontrar novas pistas sobre a evolução da linguagem humana.

Os cientistas gravaram mensagens de alarme de macacos-de-nariz-branco na Nigéria e observaram que eles combinam sons para, aparentemente, transmitir mensagens com diferentes significados.

Acreditava-se que os macacos poderiam apenas criar novos sons para se comunicar, em vez de combinar os já existentes.

Os cientistas pensavam que a combinação dos sons formando frases, entre humanos, só ocorreu porque o repertório desses sons ficou muito grande.

Já os macacos-de-nariz-branco combinam apenas um pequeno número de sons.

Grande repertório

Segundo Klaus Zuberbühler, da Escola de Psicologia da universidade, “a pesquisa revelou alguns paralelos interessantes no comportamento vocal dos macacos da floresta e esta característica crucial da linguagem humana”.

“Em algum momento, de acordo com a teoria, ficou mais econômico para os humanos combinar os elementos de comunicação já existentes, em vez de adicionar outros a um grande repertório.”

“Isso é baseado na noção de que os sinais seriam combinados apenas depois que houvesse um número suficiente. Nossa pesquisa mostra que essas suposições podem não estar corretas.”

Em 2006, os pesquisadores da universidade descobriram que os macacos produziam uma série de diferentes chamados de alarme para distinguir a qual predador se referiam.

Esta última pesquisa traz evidências de que os vários chamados podem conter pelo menos três tipos de informação: o evento testemunhado, a identidade do autor do chamado e se ele pretendia sair do local. Todas as informações seriam reconhecidas pelos outros macacos.

 
 
Mundo Animal
Atitude de macacos pode ajudar na carreira, diz pesquisa.
 
 
Chimpanzé Boa memória
Memória de chimpanzé 'é melhor que humana'.
Veja
 
 
banquete de macacos Comilança
Tailândia faz banquete para macacos.
Veja
 
 
Macaco em Taiwan Café mastigado
Taiwan produz grãos cuspidos por macacos
Veja
 
 
Chimpanzé Abatido
Chimpanzé foge de zoológico britânico e é morto.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Pensamento não depende da linguagem, diz pesquisa
15 de fevereiro, 2005 | Ciência & Saúde
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade