BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 31 de março, 2008 - 08h30 GMT (05h30 Brasília)
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
Primeiros resultados mostram divisão nas eleições do Zimbábue
 
Eleitores olham resultados eleitorais no Zimbábue
Comissão eleitoral não divulgou resultados no domingo
Autoridades do Zimbábue divulgaram nesta segunda-feira os primeiros resultados das eleições gerais realizadas no fim-de-semana, que indicam uma disputa apertada entre os dois principais partidos do país - pelo menos entre os votos para o Parlamento.

Os seis primeiros distritos apurados ficaram divididos igualmente entre o partido Zanu-PF, do presidente Robert Mugabe, e o Movimento para a Mudança Democrática (MDC, sigla em inglês), do opositor Morgan Tsvangirai.

A apuração completa das 210 cadeiras da Câmara baixa e das 60 do Senado deve durar alguns dias. Ainda não foram divulgados resultados referentes à eleição presidencial.

No fim de semana, cerca de 5,9 milhões de eleitores escolheram também entre quatro candidatos à Presidência e milhares de postulantes às 1,6 mil vagas para conselhos locais.

Se nenhum dos candidatos presidenciais superar 51% dos votos, um segundo turno será realizado em três semanas.

Os resultados foram anunciados após horas de incerteza e tensão - no domingo, a Comissão Eleitoral do Zimbábue não divulgou um resultado sequer, levando o oposicionista MDC a se proclamar vencedor das eleições, com base em resultados "não-oficiais".

Observadores do pleito haviam manifestado preocupação com o atraso na divulgação dos resultados oficiais, em meio a temores de fraude por parte do presidente Mugabe, que nega as insinuações.

No domingo, o chefe de um grupo de observadores eleitorais disse "não ter dúvidas" de que as autoridades já sabem o resultado da votação.

"O atraso na divulgação dos resultados está gerando especulações de que alguma coisa pode estar acontecendo", disse Noel Kutuwa, chefe do Zimbabwe Election Support Network (Rede de Apoio às Eleições no Zimbábue, em tradução livre).

Já Marwick Khumalo, chefe da Missão Observadora Parlamentar Pan-africana, se disse "preocupado". "Esse é o tipo de atraso que começa a gerar problemas em um país", ele afirmou.

Em uma entrevista coletiva no domingo, o presidente da Comissão Eleitoral do Zimbábue, George Chiweshe, disse que apurar os resultados presidenciais, parlamentares e locais é um "exercício nacional gigantesco".

Tensões

Segundo o correspondente da BBC no sul da África, Peter Biles, policiais patrulharam as ruas da capital, Harare, durante a noite, e os moradores receberam ordens para ficar dentro de casa.

O governo e as autoridades eleitorais fizeram um alerta ao MDC depois que o grupo anunciou ter vencido o pleito.

Partidário do MDC acusa Mugabe de esconder resultado eleitoral
MDC diz que venceu eleições; governo desautoriza 'especulação'

Vinte e quatro horas depois que os postos de votação foram fechados, simpatizantes do MDC começaram a comemorar. Os líderes do partido anunciavam ter conquistado 67% dos votos.

Os números do MDC são baseados em resultados parciais e não-oficiais enviados por seus cabos eleitorais em postos onde os votos estavam sendo contados.

Segundo o correspondente da BBC, não se pode chegar a conclusões definitivas até que sejam conhecidos os resultados dos redutos rurais do presidente Mugabe e de seu partido, Zanu-PF.

Mugabe, no poder há 28 anos, enfrenta o mais sério desafio ao seu regime, na busca por um sexto mandato desde que chegou ao poder em 1980, pouco depois da independência do Zimbábue da Grã-Bretanha.

A economia declinou 5% em 2006 e projeta-se uma queda de 6% para 2007. A taxa anual de inflação supera 100.000% e o desemprego de atinge 80% da população.

Um representante do Ministério do Exterior britânico, Mark Malloch-Brown, disse ser "bem provável" que Mugabe tenha perdido as eleições, apesar de "grandes fraudes antes do dia da votação".

Robert Mugabe nega qualquer tipo de fraude.

 
 
Simpatizantes do oposicionista Morgan Tsvangirai no Zimbábue Análise
Eleição no Zimbábue tem participação inédita da oposição.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade