BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 15 de maio, 2008 - 08h10 GMT (05h10 Brasília)
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
China envia reforço de 30 mil homens para área do terremoto
 
Prédios destruídos em Yingxiu
Vários prédios ficaram destruídos em Yingxiu
A China está enviando um reforço de 30 mil homens para atuar nas operações de resgate na região de Winchuan, epicentro do terremoto que deixou 15 mil mortos.

De acordo com a mídia estatal chinesa, cerca de 10 milhões de pessoas foram atingidas diretamente pelo tremor de 7,9 graus na escala Richter que abalou a província de Sichuan, no sudoeste do país.

Pelo menos outras 26 mil ainda estariam soterradas sob escombros de casas, prédios e escolas.

As tropas adicionais estão levando comida, água e equipamentos para os esforços de resgate.

O novo reforço se soma a dezenas de milhares de soldados que já se encontram na região do epicentro do tremor e lutam contra o tempo para encontrar sobreviventes e prover assistência a milhares de desabrigados.

De acordo com a coordenadora do Departamento de Sismologia chinês, Liu Yuchen, 82 pessoas foram resgatadas com vida na quarta-feira, entre elas uma grávida.

Helicópteros

Ainda nesta quinta-feira, militares chineses devem sobrevoar as zonas mais devastadas para lançar comida, remédios, roupas e cobertas para ajudar os desabrigados.

Os helicópteros são necessários porque muitas das estradas de acesso às cidades foram destruídas ou estão bloqueadas por deslizamento de terras.

Desde quarta-feira, todos os trens de passageiros estão recolhidos e as viagens suspensas para que se possa transportar pessoal e materiais para o esforço de resgate.

Atendendo ao apelo do governo chinês, milhares de pessoas em cidades como Pequim e Xangai fazem fila para doar sangue, dinheiro e mantimentos para os afetados pelo terremoto.

A China disse ter alocado outros US$ 35 milhões nos esforços de resgate e ajuda às vítimas.

Ajuda

O governo chinês anunciou nesta quinta que equipes japonesas especialistas em resgate serão enviadas ao país para ajudar a encontrar sobreviventes.

Agências de ajuda de Taiwan também estão enviando dois aviões carregados com mantimentos e equipamentos para resgate, além de voluntários.

Cerca de 150 toneladas de suprimentos – incluindo barracas, sacos de dormir e cobertores serão transportados nos dois primeiros aviões taiwaneses, doados por instituições de caridade e grupos religiosos.

Na quarta-feira, as autoridades chinesas estimaram que a situação no epicentro do terremoto seria “pior do que o esperado”.

Dos 12 mil habitantes de Yingxiu, uma das cidades mais atingidas pelo abalo, apenas 3 mil sobreviveram.

mãe chora ao lado do corpo da filha
Mãe chora ao lado do corpo da filha, em Dujiangyan

Estradas obstruídas

Equipes especializadas continuam com os trabalhos de desobstrução e reparo das estradas bloqueadas por deslizamentos de terra.

Os arredores de Wenchuan são montanhosos, sendo difícil acessar os locais mais remotos.

Apesar de o Exército possuir homens e máquinas suficientes, o trabalho progride lentamente.

“Só é possível que uma máquina escavadeira trabalhe a cada vez”, explicou Feng Zhenglin, oficial do ministério de Transportes.

A prioridade das equipes está concentrada em um raio de 50 quilômetros ao redor de Wenchuang.

Tocha

O terremoto de segunda-feira foi o pior a atingir a China nos últimos 30 anos. O tremor foi sentido até na capital, Pequim, e em países próximos, como a Tailândia.

O governo chinês disse que vai aceitar ajuda estrangeira. União Européia, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Rússia, Japão, Coréia do Sul e Taiwan já ofereceram ajuda.

O terremoto afetou também o revezamento da tocha olímpica, que está percorrendo todas as províncias chinesas até chegar a Pequim para a abertura dos Jogos Olímpicos, no dia 8 de agosto.

 
 
Criança é retirada de escombros de escola desabada 3º dia de resgates
Crianças são retiradas de escombros
Veja
 
 
Bebê chora em Dujiangyan Após terremoto
Mau tempo dificulta resgates em cidade chinesa.
 
 
Chinês recolhe destroços de terremoto Ajuda a vítimas
Para ONGs, China reagiu melhor do que Mianmar a desastre.
 
 
Vítima de terremoto na China é resgatada Terremoto na China
Equipes chegam à região do epicentro
Veja
 
 
Moradores de Chengdu Terremoto na China
Estudantes soterrados 'gritavam por ajuda', dizem testemunhas.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
LINKS EXTERNOS
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade