BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 12 de dezembro, 2008 - 17h57 GMT (15h57 Brasília)
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
UE fecha acordo sobre medidas para reduzir poluentes
 

 
 
O presidente da França e da UE, Nicolas Sarkozy, durante reunião sobre mudanças climáticas
Sarkozy disse que pacote é 'histórico' e mostra liderança da UE
Os governantes da União Européia (UE) chegaram nesta sexta-feira a um acordo sobre um pacote de medidas contra as mudanças climáticas que confirma os objetivos do bloco de diminuir as emissões de CO2, mas reduz a responsabilidade das indústrias pesadas nesse processo.

Minimizar o impacto econômico que o plano terá sobre esse setor, já muito debilitado pela crise financeira, era a única forma de conseguir a unanimidade entre os 27 países europeus, já que Alemanha, Itália e Polônia ameaçavam vetar o acordo.

O pacote elaborado pela Comissão Européia (órgão Executivo do bloco) determina que, até 2020, a União Européia deve reduzir em 20% as emissões de gases poluentes e o consumo de energia, além de aumentar para também 20% a participação de energias renováveis no consumo total.

Uma das medidas centrais do pacote é a inclusão de todos os setores industriais no esquema europeu de comércio de emissões, o que os obrigaria a comprar os direitos para emitir gases que provocam efeito estufa em leilões organizados pelo bloco. Atualmente, 90% desses direitos são concedidos gratuitamente.

Concessão

O texto aprovado determina que a indústria, de forma geral, terá que pagar por 20% dos direitos de emissão a partir de 2013 e por 70% a partir de 2020.

O setor energético, responsável por 60% do total de emissões na União Européia, terá que comprar apenas 30% desses direitos a partir de 2013. O plano original previa que, em 2013, todos os direitos recebidos por essa indústria passariam a ser cobrados.

De acordo com o novo texto, os produtores de energia só começarão a pagar pela totalidade dos direitos em 2020, uma concessão feita à Polônia, onde 95% da energia produzida localmente tem como fonte o carvão.

"Cobrar por 100% dos direitos já em 2013 causaria um aumento de entre 2% e 3% no preço da eletricidade para os poloneses. Isso não é possível. Não é socialmente aceitável", disse o presidente da União Européia, o francês Nicolas Sarkozy, em entrevista coletiva ao final da cúpula realizada em Bruxelas.

Mas o argumento não convence as organizações ambientalistas, que acusam a União Européia de "recompensar os maiores poluidores, em vez de fazê-los pagar pelo dano que estão causando".

"Subsidiar os maiores poluidores é imoral e contraprodutivo", disse Sanjeev Kumar, coordenador da área na WWF.

Pacote "histórico"

Apesar dessas mudanças, os líderes europeus classificaram o pacote de "histórico" e disseram que a decisão confirma a liderança européia no combate às mudanças climáticas.

"Nenhum outro país do mundo impôs regras tão rígidas. A Europa pode dizer: 'Nós já fizemos. Agora façam vocês'", afirmou Sarkozy.

O presidente do Executivo, José Manuel Durão Barroso, pediu que os outros países sigam o exemplo da União Européia, em especial os Estados Unidos.

"Nossa mensagem para nossos parceiros é: 'Sim, vocês podem'", disse, em alusão ao lema de campanha do presidente eleito americano, Barack Obama.

"Estamos pedindo a ele (Obama) que se una à Europa e lidere o mundo na busca de uma política favorável ao meio ambiente", acrescentou.

 
 
O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc (foto de arquivo) Clima
Ricos devem cortar no mínimo 40% das emissões, diz Minc.
 
 
Ban Ki-moon (à esq.) e o presidente polonês Lech Kaczynski Clima
Brasil é exemplo de economia verde, diz Ban Ki-Moon.
 
 
Incêndio na Amazônia Meio ambiente
Brasil fica em 8º lugar em índice de mudança climática.
 
 
Cidade do México (arquivo) Clima
Para Américas, crise ameaça luta contra aquecimento.
 
 
Entenda
BBC Brasil explica a reunião sobre clima da ONU na Polônia.
 
 
Mudança climática
Entenda reunião sobre aquecimento global.
Veja
 
 
Geleira Ambiente
Veja informações e explicações sobre mudanças climáticas.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade