BBCBrasil.com
70 anos 1938-2008
Español
Português para a África
Árabe
Chinês
Russo
Inglês
Outras línguas
 
Atualizado às: 29 de dezembro, 2008 - 09h33 GMT (07h33 Brasília)
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
Israel bombardeia Ministério do Interior na Faixa de Gaza
 
Ataque israelense à Faixa de Gaza
Os ataques atingiram diversos alvos no domingo
Caças israelenses bombardearam alvos na Faixa de Gaza nesta segunda-feira, pelo terceiro dia consecutivo, atingindo locais-chave ligados ao grupo militante Hamas. Os mais recentes foram o prédio do Ministério do Interior e a Universidade Islâmica, um símbolo do Hamas.

Segundo o correspondente da BBC em Gaza Rushdi Abualouf, as chances de o ataque ter feito alguma vítima fatal são pequenas, já que Universidade foi evacuada desde o início dos ataques pois o Hamas já esperava uma possível ofensiva contra o local.

Outros locais atingidos nos ataques iniciados sábado incluem outras repartições públicas e túneis que ligam o território palestino ao Egito. Os palestinos usam essas rotas para trazer comida e outros surpimentos do Egito - e inclusive armas, segundo Israel.

Médicos palestinos dizem que cerca de 300 pessoas morreram nos ataques.

A ministra do Exterior de Israel, Tzipi Livni, disse que Israel está determinado a "mudar a realidade" em Gaza, em meio a expectativas de que pode lançar uma grande invasão.

Israel diz ter lançado a ofensiva em resposta a ataques com foguetes lançados por palestinos a partir da Faixa de Gaza.

Nesta segunda-feira, dois israleneses morreram na explosão de foguetes lançados por militantes palestinos na cidade de Ashkelon, no sul de Israel.

Conselho de Segurança

O Conselho de Segurança das Nações Unidas seguiu o exemplo da comunidade internacional pedindo um fim da violência entre Israel e a Faixa de Gaza.

Os Estados Unidos, o maior aliado de Israel no Conselho, disse que cabe ao Hamas parar com o lançamento de foguetes em território israelense.

Israel diz que os militantes palestinos lançaram mais de 110 foguetes de Gaza desde sábado.

A operação israelense começou no sábado menos de uma semana depois de expirado um acordo de cessar-fogo de seis meses com o Hamas.

Israel bombardeou todas as principais cidades da Faixa de Gaza, inclusive Gaza City no norte do território e Khan Younis e Rafah, no sul.

Mais de 210 alvos foram atingidos nas primeiras 24 horas do que Israel diz que pode ser uma longa operação militar.

"Nós pegamos o Hamas de surpresa, nós nós almejamos o quartel-general do Hamas, então este é o começo de uma operação bem sucedida, eu esperom mas a idéia é mudar a realizade no terreno", disse a ministra do Exterior de Israel, Tzipi Livni à BBC no domingo.

Segundo analistas, sábado foi o dia em que foram registradas mais mortes na Faixa de Gaza desde a ocupação israelense do território em 1967, embora não haja confirmação independente do número de mortos.

A maioria, contudo, seriam policiais a serviço do movimento militante; Hamas, inclusive o chefe de polícia.

Mas autoridades afirmam que mulheres e crianças também morreram.

O líder exilado do Hamas, Khaled Meshaal, pediiu uma nova intifada (ou levante) contra Israel.

Desde 1967, os militares israelenses ocuparam a Faixa de Gaza e colonos judeus construiram comunidades dentro do território. Israel se retirou da área em 2005, mas manteve o controle das fronteiras da Faixa de Gaza.

 
 
Faixa de Gaza
Israel bombardeia Ministério do Interior.
Veja
 
 
Ataque aéreo atinge alvos na Faixa de Gaza Faixa de Gaza
Israel realiza novos ataques
Veja
 
 
Menina palestina ferida em ataques Ataques em Gaza
O que você acha da ação militar israelense? Opine.
 
 
Garoto ferido em hospital na Cidade de Gaza Relato
Ataques provocam medo e desespero em Gaza.
 
 
NOTÍCIAS RELACIONADAS
Israel bombardeia túneis no sul de Gaza
28 dezembro, 2008 | BBC Report
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
 
Envie por e-mail   Versão para impressão
 
Tempo | Sobre a BBC | Expediente | Newsletter
 
BBC Copyright Logo ^^ Início da página
 
  Primeira Página | Ciência & Saúde | Cultura & Entretenimento | Vídeo & Áudio | Fotos | Especial | Interatividade | Aprenda inglês
 
  BBC News >> | BBC Sport >> | BBC Weather >> | BBC World Service >> | BBC Languages >>
 
  Ajuda | Fale com a gente | Notícias em 32 línguas | Privacidade