'Príncipe Harry e Meghan tomaram meu nome no Instagram'

Kevin Keiley Direito de imagem KEVIN KEILEY
Image caption Kevin Keiley diz que usou a conta durante três anos antes de perdê-la para casal real

Um instrutor de direção que teve a sua conta no Instagram tomada pelo príncipe Harry e Meghan diz que se sente "lisonjeado", mas também "aborrecido".

Kevin Keiley usou o nome @sussexroyal por cerca de três anos porque ele torce para o time de futebol Reading FC - apelidado de Royals - e ele mora em West Sussex.

Mas ele descobriu que o Instagram mudou de ideia e deu seu nome ao casal real, sem perguntar nada a ele.

O Instagram diz que o identificador foi trocado porque a conta estava inativa.

Kevin, que mora em Worthing, diz que a primeira vez que soube que seu nome tinha sido alterado foi quando ele recebeu uma mensagem de texto.

"Meu filho dizia 'acho que a sua conta se foi'", contou o cineasta de 55 anos à Radio 1 Newsbeat.

"Eu pensei 'do que ele está falando?' Ele então disse 'Olhe o Instagram', então eu mexi no Instagram e, de repente, minha conta não era mais @sussexroyal, era @_sussexroyal_.

"Foi tomada."

Kevin admite que não tinha muitos seguidores e não publicava com frequência - mas usava a conta para dar likes e seguir publicações de outras pessoas.

Ele diz que ninguém da família real ou do Instagram entrou em contato com ele para perguntar se eles poderiam fazer a mudança.

Recorde no Instagram

O Instagram do príncipe Harry e Meghan tem seu título real - Duque e Duquesa de Sussex.

A conta lançada na terça-feira quebrou um recorde mundial por atingir 1 milhão de seguidores no tempo mais rápido de todos os tempos: 1 hora e 45 minutos. Hoje, soma 3,6 milhões.

O Instagram confirmou ao Newsbeat que o controle de Kevin foi alterado de acordo com sua política.

Ela permite que sejam feitas alterações em uma conta caso ela esteja inativa por um determinado período de tempo.

Kevin diz que agora não acessa o Instagram desde que descobriu que seu nome foi alterado sem perguntar - e ele está "irritado" com o fato de o pessoal não entrar em contato com ele.

"Eu estou um pouco relutante em usar o Instagram até haver uma conversa com eles pessoalmente."

Kevin também tem o mesmo nome no Twitter - onde ainda tem controle.

Direito de imagem Reuters
Image caption Casal real demorou uma 1h45 minutos para alcançar o número de 1 milhão de seguidores no Instagram, um recorde

"Eu posso dizer que o Twitter ficou uma loucura. Eu costumava ter quatro seguidores e em 24 horas subi para cerca de 198", diz ele.

"O que eu estou tentando fazer é continuar tuitando, porque eles não podem fazer isso (tomar a conta) se eu estiver ativo. Eu não sei o que a realeza está planejando."

Mas o que Kevin diria para o príncipe Harry e Meghan se ele tivesse essa chance?

"Olá, Harry e Meghan. Se você quiser minha conta no Twitter, pode ter pelo menos a decência de falar comigo?"

Kevin diz que seu telefone não parou de tocar e também está recebendo mensagens grosseiras de trolls no Twitter.

"Eu não pedi isso. Eu tenho essa conta há anos - não é muito agradável. Nós apenas aguentamos isso, não é? Eu tenho certeza que pessoas famosas aguentam isso milhões de vezes por dia."

Kevin diz que provavelmente voltará ao Instagram um dia, mas acrescenta: "Eu não acho que vou seguir a realeza".

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Notícias relacionadas