Ataque da Otan atinge antenas de TV estatal da Líbia

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) diz que desativou três antenas de satélite da TV estatal da Líbia na capital, Trípoli, em um "ataque aéreo de precisão" neste sábado.

Segundo um comunicado do órgão, a operação planejava pôr fim às "transmissões provocadoras" do governo do coronel Muamar Khadafi. Não há relatos de pessoas feridas durante o ataque.

"Nossa intervenção foi necessária, já que a TV estava sendo usada como um componente integral do aparato do regime, destinado a oprimir e ameaçar sistematicamente os cidadãos e a incitar ataques contra eles", disse o comunicado.

A nota diz ainda que o ataque deverá "reduzir a capacidade do regime para oprimir os civis", mas também "preservar a infraestrutura de transmissão que será necessária após o fim do conflito".

As transmissões da TV estatal líbia continuaram acontecendo mesmo após o comunicado da Otan.

A Otan atua na Líbia com autorização de uma resolução da ONU e sob a justificativa de proteger os civis dos ataques promovidos pelas forças de Khadafi.