Deputada que foi baleada surpreende e vai à Câmara votar

A deputada americana Gabrielle Giffords, que foi baleada durante um evento em janeiro, faz uma aparição surpresa na Câmara dos Estados Unidos para votar o acordo sobre a dívida americana.

A democrata, que votou a favor do acordo, foi ovacionada pelos colegas. A líder dos democratas, Nancy Pelosi, disse que Giffords “inspirava o amor e a admiração de todos os americanos” e disse que a deputada era a “personificação da coragem”.

“O Capitólio está lindo, e eu estou honrada de estar no trabalho esta noite”, disse Giffords em sua conta no Twitter.

A deputada foi atingida na cabeça com um tiro à queima-roupa quando um atirador disparou contra ela e outras pessoas que participavam do evento em Tucson, no Arizona. Seis pessoas morreram e 13 ficaram feridas.

O criminoso, Jared Loughner, de 21 anos, foi considerado mentalmente incapaz de ir a julgamento.