Presidente do Iêmem voltará ao país após dois meses

O presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, vai retornar ao país após dois meses na vizinha Arábia Saudita, segundo informou nesta terça-feira a agência de notícias oficial do país.

Saleh se recuperou em solo saudita de ferimentos sofridos durante choques entre forças leais a seu governo e as de uma influente facção tribal, que apoiava os protestos populares que pediam uma mudança de regime.

O presidente, que comanda o Iêmen há 33 anos, se recusa a deixar o poder.

A indefinição sobre o futuro do país mais pobre do mundo árabe preocupa os governos de Arábia Saudita e Estados Unidos, que temem um possível avanço da rede extremista Al-Qaeda, caso ocorra um vácuo de poder.