Muçulmanos são atropelados e mortos ao proteger comunidade na Inglaterra

Três homens muçulmanos de origem asiática foram atropelados e mortos na noite de terça-feira quando tentavam proteger sua comunidade na cidade inglesa de Birmingham.

As vítimas, de 31,30 e 21 anos de idade, se reuniam em um posto de gasolina quando o carro os atropelou intencionalmente, segundo testemunhas. Um suspeito de 32 anos foi preso.

Tariq Jahan, um dos homens que prestaram socorro para as vítimas descobriu que uma delas era seu próprio filho, Haroon Jahan. As outras duas vítimas eram irmãos.

A polícia disse que prendeu 163 pessoas na noite de terça-feira em tumultos no centro de Brimingham, Wolverhampton e West Bromwich. Desde o início da violência, no final de semana, o número de detenções na região ultrapassa 300.