Ibope-CNI mostra queda na popularidade de Dilma, de 73% para 67%

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) mostra queda na popularidade pessoal da presidente Dilma Rousseff.

Segundo os dados, 67% aprovam o desempenho da presidente, índice menor que o apurado em março, que foi 73%. A avaliação positiva do governo também caiu, de 56% para 48%.

O levantamento mostra ainda que 36% dos entrevistados acham o governo regular (ante 27% em março) e 12% acham ruim ou péssimo (contra 5% do levantamento anterior).

A expectativa em relação ao futuro do governo também regrediu. 55% esperam um governo ótimo ou bom e 13% ruim ou péssimo. Em todas as perguntas, diminuiu o percentual dos que não souberam responder.

Os temas mais bem avaliados no governo foram o combate à pobreza, as políticas para o meio ambiente e para a geração de empregos. Impostos, saúde e segurança pública tiveram o pior desempenho.

O assunto mais lembrado pelos 2.002 entrevistados, de 141 municípios de todo o país, no período de 28 a 31 de julho, foi a crise no Ministério dos Transportes, com 21% de citações.

Em seguida, a demissão do ex-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, lembrado por 14%.

Para 57% dos entrevistados, o governo Dilma é igual ao de Lula; para 28%, é pior.