Atirador morre após invadir ministério da Defesa na Estônia

A polícia estoniana disse que um atirador que invadiu e atirou nesta quinta-feira no ministério da Defesa do país foi morto.

Um porta-voz do ministério disse que o homem, após fazer os disparos, quis fazer reféns no prédio localizado na capital do país, Tallinn.

Não está claro se o invasor teria sido morto ou cometeu suicídio. Seus motivos também não foram revelados.

A polícia faz buscas no prédio em busca de possíveis explosivos.